A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/10/2011 13:37

Vizinha de prédio aponta falhas e deficiências em combate a fogo e socorro a vítimas

Edmir Conceição
Fogo atingiu apartamento do nono andar. (Fotos: Simão Nogueira)Fogo atingiu apartamento do nono andar. (Fotos: Simão Nogueira)
Fogo em apartamento deixou prédio interditado durante toda manhã.Fogo em apartamento deixou prédio interditado durante toda manhã.

Sandra Regina dos Santos Ferreira, moradora do Edifício Manhattan, ao lado do Condomínio Da Vincci, onde apartamento do nono andar pegou fogo na madrugada deste domingo, provocando a morte de seu morador, disse que uma sequência de falhas, falta de solidariedade e deficiências em hospitais ficaram expostos e causaram indignação.

Ela ajudou no resgate das vítimas e disse que a atuação voluntária e solidária de médicos que moram no condomínio e prédios vizinhos foi fundamental, porque os bombeiros demoraram cerca de 30 minutos para chegar e quando já estavam no local não havia profissionais da área médica e enfermagem para os primeiros socorros. As ambulâncias do SAMU (Serviço de Atendimento Médio de Urgência e Emergência) chegaram depois.

Viaturas da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) e da PM foram as primeiras a chegar. O Corpo de Bombeiros disse que foi acionado às 2 horas. Uma testemunha, que fotografou as escadarias e as paredes escuras pela fumaça, disse ter chegado antes e calcula que o socorro começou por volta das 2h30.

Para a moradora do Manhattan, a síndica do prédio incendiado foi previdente ao mandar fazer a inspeção dos hidrantes há 15 dias. “Cerca de 70% do êxito dos bombeiros se devem aos hidrantes que felizmente tinham passado por manutenção”, disse a vizinha, que auxiliou no socorro entre às 3h e 7h. Segundo ela, houve muita queixa dos bombeiros em relação à estrutura do prédio. “As escadarias são estreitas”.

Além das falhas nos primeiros socorros e dificuldade de evacuação do prédio, até por falta de orientação dos moradores, Sandra Regina disse ter observado que, apesar da boa vontade, os bombeiros não dispõem de equipamentos suficientes para uma emergência como a desta madrugada.

Mas o que mais gerou indignação, segundo ela, foi a falta de sensibilidade e espírito humanitário em uma situação de emergência nos hospitais e exigências burocráticas de planos de saúde. “Apesar da emergência, havia muita cobrança para que fossem feitos depósitos, emitidos cheques e exigência de carteirinha no Hospital da Unimed. Foi preciso a intervenção de outros médicos do condomínio que imploraram atendimento. Na Santa Casa só havia respirador manual. Foi um caos”, declarou Sandra ao Campo Grande News, contando que uma criança, filha de um casal de defensores públicos, esperou até às 6h por uma vaga no CTI (Centro de Terapia Intensiva) .

O casal saiu do prédio inconsciente, por ter inalado grande quantidade de fumaça. Uma outra vítima foi reanimada no hall do prédio e está em estado grave na Clínica Campo Grande. Os primeiros socorros foram prestados por médicos voluntários. “Estamos indignados, porque os bombeiros não chegaram logo, os equipamentos eram insuficientes, não havia vagas em UTIs e CTIs”.

Para a vizinha que ajudou no socorro, a tragédia só não atingiu proporções maiores porque a temperatura caiu e estava chovendo. Para o Corpo de Bombeiros, a falta de informação de como agir em incêndios e de conhecimento sobre a estrutura dos prédios por parte de moradores atrapalham a evacuação eficiente de prédios.



Agora é hora de colocar a culpa em todo mundo, menos assumir que realmente faltou conhecimento de alguns para lidar com o pânico, como por exemplo deixar a porta que dá acesso as escadas fechada para evitar a propagação da fumaça!
 
Thiago Kalunga em 03/10/2011 11:15:46
medicos implorando atendimento? como é bom ler sobre isso... sinto muito pelas vitimas, e parabéns aos bombeiros. mas se os médicos que estavam nos hospitais deixassem de ser deuses e fossem seres humanos atenderiam rapidamente , afinal se tratava de um grave acidente .
 
sandra tereza cesznek em 03/10/2011 10:33:19
Sistema de saúde falho, agora voces veem isso.
 
Jonas Pedro em 03/10/2011 08:12:13
sim ,realmente não podemos culpar o corpo de bombeiros ,se ele eles demoraram 30minutos p/ chegar alguma outra coisa aconteceu ,q não não foi culpa deles ,no meu edificio MARASCARENHAS DE MORAES o incidente de hoje dia 03,eles chegaram ante mesmo antes de nós os moradores ficarmos sabendo do q estava acontecendo.muitos moradores ligaram na portaria p/ saber o porque da sirene e aí q ficou saben
 
elisabete FREITAS ESTRELA em 03/10/2011 04:59:59
É , enquanto sofremos por não termos uma corporação equipada e preparada e HOSPITAIS que não pensem só em quem vair pagar a CONTA , vamos TORRAR $ milhoes para fazer uma COPA , sem a LICITAÇÃO dos ESTADIOS.Como e bom ser BRASILEIRO.
 
kal sacchi em 02/10/2011 11:44:28
moradores foi fantástica e imprescindível, naquele momento de desespero.
Vamos cobrar das autoridades competentes, a tal Escada de longo alcance, para que nossos bravos bombeiros consigam realizar seu trabalho adquadamente. Afinal, a capital não é mais uma cidade interiorana, com prédios de 4/6andares.Hoje, temos edifícios imensos e tragédia não escolhe local.
Parabéns Sabdra Regina pela atitude
 
neyde de oliveira em 02/10/2011 06:17:57
Mais uma tragédia em Edifício. Meses atrás foi próximo ao Shopping,onde pode-se constatar a grande deficiencia de material de trabalho imprescídivel aos Bombeiros.
Qto aos planos de saúde não causou-me espanto.Pois antes de salvar vidas querem dinheiro.
Agora a demora dos bombeiros não entendi. Alguns minutos do local têm uma base, que chegaria em 5/8min.
A solidariedade dos
 
neyde de oliveira em 02/10/2011 06:09:00
MUITO FACÍL CRITICAR OS BOMBEIROS EM UMA SITUAÇÃO COMO ESTA,TEM QUE SE ACHAR UM CULPADO,PARABÉNS AOS BOMBEIROS GRANDES HERÓIS,TRABALHAM COM MUITO AMOR PARA ATENDER A POPULAÇÃO.
 
Juliana Macedo em 02/10/2011 05:55:55
Uma coisa que não é explicado nesses casos é que ao descer as escadarias tem que descer pelo lado direito, pois em caso de socorro o lado direito para quem está subindo está desimpedido.
 
Carlos José em 02/10/2011 05:38:41
pocha ja chega ne uma noticia em cima da outra a respeito desse caso ..agora querem culpar os bombeiros coitados dos bombeiros que fazem um um ótimo trabalho...é ta certo la só tem gente rica ..por favor ........
 
wilson araujo fonseca em 02/10/2011 02:04:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions