A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


25/09/2013 09:25

Amor e ódio das rádios-novela estão no ar

Reinaldo Rosa

NA BOA – Um dos programas mais antigos do rádio, na faixa AM, é considerado rentável – para emissora e equipe - à custa de carisma do apresentador e tempo de maturação no ar. Programa Wilson de Aquino, na Difusora, segue tranqüilo na liderança do horário e, mais importante, sem ter de implorar por anunciantes.

DISSONÂNCIAS NO AR – O jornalista e radialista Agnaldo Cardoso, mantém coluna semanal em jornal impresso, na capital do Estado, onde não economiza tinta para focalizar ‘as malvadezas do Fidel Castro do Futebol’ – referindo-se ao presidente da Federação de Futebol de MS, Francisco Cezário-. Faz contraponto à ausência de comentários contestatórios ao presidente em programas esportivos noturnos na faixa de AM.

OUTRO LADO – Locutor da Rede Capital de Comunicação faz questão de sempre colocar um ‘deérre’ à frente do nome do dono da FFMS quando se refere ao mesmo. Fica na curiosidade quem deseja saber qual tese foi defendida pelo mandatário para fazer jus à distinção de ‘Doutor’. Ou pergunte ao Agnaldo.

FALA POVO – ‘O futebol do MS, mais uma vez foi motivo de chacotas na mídia nacional dia 21 de setembro no site globoesporte.com’. (MARCIO LUIZ)

PÉRIPLO – Buscando firmar-se na atividade radiofônica profissionais sentem ‘na carne’ as dificuldades do mercado publicitário, na capital. Aristides Cordeiro, novamente, teve quebrada sua jornada de espaço alugado na Rádio Capital AM. Agências de publicidade e anunciantes, refratários a novos programas, têm no QI (quem indica) critérios de aplicações de verba em mídia.

SACOLINHA AMIGA – Programas doutrinários têm vida um pouco mais longa em emissoras que cedem espaço (em forma de aluguel para quem não é do ramo). Ancorado e escorado pela santíssima ajuda de fiéis amigos, eles vão que vão. 

SEM CHOQUE DE OPINIÃO – O projeto Donos da Mídia registra emissoras de rádios em nome do deputado estadual Londres Machado e da esposa (uma pra cada, dados de 2009). Abrangendo parte significativa da região da Grande Dourados, tais canais de comunicação desempenham o ‘salutar’ efeito inebriante de camada da população local.

FALA POVO II – “A transmissão no rádio é diferente, gosto do floreio dos narradores esportivos. Concordo quando citou no ENTRE MAR E TERRA, sobre o narrador Marcos Silvestre, chamando os diretores do União de Dourados, de "asnos" em relação a numeração das camisas do time. Ridículo para um profissional que diz ser "global'. Como disse,
gosto de ouvir o rádio esportivo, mas a equipe de esporte da Rádio Capital AM, extrapola. Tem um repórter que só fala abobrinha, detona Deus e todo mundo, nada presta. Gosto do jeito descontraído da equipe da (Rádio) Difusora; ... Elson Pinheiro, pra mim o melhor narrador esportivo do MS no rádio e na TV. Ele e Reinaldo Costa os melhores que
passaram pelo rádio esportivo do MS”. (EDNALDO LUIZ)

QUEDA CONTINUA - Mais de duas horas de ‘recordando dança dos famosos’, no Domingão do Faustão. Forma manjada e descarada da produção do programa mostrar que está sem pauta e criatividade. Nem a falta de conteúdo de concorrentes de outras redes –no mesmo horário- faz o programa manter-se na tão decantada liderança de audiência de tempos atrás.

NADA SE CRIA – A única modificação verificada na atração comandada por Fausto Silva foi a troca do corpo de bailarinas. Até a voluptuosidade física das dançantes seguiram critérios emanados do programa do Velho Guerreiro Chacrinha. "Tem Gente Atrás" é cópia de programa natimorto da Band; só resistiu durante algum tempo em TV
mexicana.

Comércio local fora do horário nobre
DE BRISA – TV Morena continua com tabela de preços discricionária em sua grade publicitária. No horário nobre não existe veiculação significativa de ...
TVE tem novidade na cobertura do futebol de MS
VÍDEO MONITORAMENTO - Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Dourados instaura Inquérito Civil para investigar eventual irregularida...
Só Corumbá terá Carnaval na televisão
MAMÃE EU QUERO – Procura-se o responsável pelo apoio midiático e discriminatório do governo do Estado. Apenas a Festa de Momo, de Corumbá, foi privil...
Proposta do Grupo Zahran é notícia em Goiás
BABADO GRANDE – Fevereiro começou com grande bomba em Goiás, com os rumores sobre a venda da mais antiga empresa de comunicação local. O Grupo Jaime ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions