A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


02/04/2014 09:40

Anos de chumbo na comunicação continua

Reinaldo Rosa
Fernanda Lima Fernanda Lima

VEM AÍ - “A vida é feita de sonhos. Mas a nossa realidade é cheia de emoção, energia, ação, interação e evolução. Venha construir com a gente um ano cheio de novidades”. O texto é do convite com o qual a TV Morena anunciará a nova grade de programação da rede Globo deste ano. O evento acontece hoje na sede da emissora, na Avenida Eduardo Elias Zahran, às 19 horas.

02/04/64 – Uma das excreções do nazismo foi copiada pela Era Vargas e, há 21 anos, a prática voltou sob denominação de SECOM (Secretaria de Comunicação Social). Por força das circunstâncias, jornalistas tiveram de aprender como repassar notícias bem ao gosto oficial de plantão. Em tempos de democracia a prática continua.

SAYONARA NAMASTÊ – Em matéria feita na noite de segunda-feira sobre prisão da companheira do traficante Nem, em Campo Grande, o repórter Maruyama fechou seu trabalho com solene “...Maruyama para o Bom Dia MS” levado ao ar na manhã seguinte. A dicotomia entre imagens noturnas e o noticioso matinal da emissora, para quem não conhece o jornalista, ficou a impressão de que ele falava ao vivo. Direto do Japão.

COMO DANTES – Nada mais cômodo do que administrar olhando o retrovisor. Prefeito da capital poderá ceder ao canto de sereia incapacitada que pulula em sua equipe. Não adiantou argumentos de ineficácia, terrorismo e ações de bi tributação; RDM rides again.

PRIMEIRA PESSOA DO SINGULAR – Tudo o que foi amplamente divulgado pela imprensa da capital sobre este escritório de cobrança não importa para o secretário da Receita do município, Ricardo Dias. Despoticamente garante que “fiz um levantamento que aponta que não há irregularidade com os serviços prestados (pela RDM)”. Decrete-se mais uma taxa ao bolso do contribuinte. Simples assim.

VALE A PENA VER DE NOVO – Muito do que foi discutido – até à exaustão - sobre projetos que envolviam trabalhos terceirizados na administração de Nelsinho Trad voltam à baila. Sem a menor cerimônia e discussão por parte de jornalistas da capital Morena . Ôh glória.

PODRÃO FIFA – A Arena da capital paranaense foi palco de jogo de futebol para selecionado público –entre trabalhadores e autoridades locais-. Jornal da Band noticiou o fato com a informação de que “não foram permitidas imagens da partida”. A mesma matéria foi ao ar no Jornal Nacional. Com imagens. Claro.

METAFORIZAR ERA PRECISO - “Acorda amor. Eu tive um pesadelo agora. Sonhei que tinha gente lá fora, batendo no portão, que aflição. Era a dura, numa muito escura viatura, minha nossa santa criatura. Chame, chame, chame, chame o ladrão. Acorda amor”. Versos de Chico Buarque de Holanda para descrever fatos de 21 anos atrás. Que parecem resistir ao longo do tempo.

DEPOIS DO SÁBADO – Domingão do Faustão, Domingo Legal, Domingo Espetacular, Domingo Show: domingos tenebrosos nas redes de TV. Nível de audiência neste decantado dia da semana registra solene queda de interesse dos espectadores e espectadoras. É alta a migração para a TV por assinatura neste dia.

INVERSÃO DOS FATOS – Festas e Eventos, levado ao ar logo após o Pânico, pela TV Guanandi, frustrou muita gente interessada no Canal Livre, da Band, que entrevistou o presidente Mujica, do Uruguai. Por ser um momento maior do jornalismo nacional, a dica é que a mesma seja vista – e revista - no portal da Bandnews. Políticos das terras brasilis ficam corados com o que foi apresentado pela equipe comandada por Ricardo Boechat.

OLHE O SAPATO – A foto que ilustra a coluna é de Fernanda Lima, em campanha para venda de sapato. Pode acreditar.

Na internet, grupo Acaba tem audiência cativa
MIOPIA – 66 curtidas, dez comentários, oito compartilhamentos no Facebook, incontáveis visualizações neste site Campo Grande News. Nota da coluna sob...
Grupo Acaba vive, mesmo fora da mídia
ESTAMOS JUNTOS – Mesmo ausente da grade musical da maioria de emissoras de rádios e retransmissoras de TVs locais, o Grupo Acaba vive –e sobrevive-. ...
Música regional de MS é atração rara nas emissoras locais
ESTRELAS FAZEM SINAL – Paulo Simões, Geraldo Roca, autores da música 'Trem do Pantanal', considerada hino não oficial de MS, não têm o destaque merec...
Só um 'não' ao ouvinte pode tirar rádio da mesmice
LINHA FECHADA – Quando é preciso dizer ‘não’. Difusora AM também abre espaço para atendimento de pedidos musicais dos ouvintes. Perigo à vista; maior...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions