A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


23/05/2014 10:19

Baixinhos trocam Xuxa por tablets e whatsapp

Reinaldo Rosa

CULTURA EM PENCA - Nesta semana foram lançados quatro novos programas da TV Educativa (Brasil Pantanal). ‘Entre Livros’, com Genival Mota e Luciana Gabas; ‘Identidade’ com Giovana Prado, ‘Arquivo Musical’ com Miska Thomé, e ‘Sala de Corte’ com Lú Bigatão. A emissora tem Edmir Conceição no cargo de Coordenador de Jornalismo. Atrações para quem não quer perder tempo com bobagens televisivas.

RIDES AGAIN - Aristides Cordeiro Cordeiro, antigo cronista esportivo da Rádio Vale do Taquari, em Coxim, voltou com tudo à capital morena. É vice-presidente da FFMS e comanda rádio web com noticioso entre 11 e 12 horas. A conferir.

BATER EM FERRO FRIO – Recorrentes matérias investigativas sobre problemas da saúde em administrações públicas não causam remédios mais eficazes. Desde os tempos de Vaz de Caminha o tema recebe os devidos cuidados e melhoram apenas nos discursos de candidatos em época de campanha. Eleitos, o caminho deles é o Albert Einstein, em São Paulo.

CANETA SEM PAPEL – Anunciado como novo jornalismo da TV Guanandi, o ‘Giro Popular’ faz jus ao nome. Em tempo de maturação, é mais um dentre tantos que concorrem na mesma faixa de horário e público. É aguardar pra ver se cresce e aparece.

SINAL DOS TEMPOS – A rede Record lidera com audiência marcante as manhãs de sábado com seu jornalismo. O resumo de notícias da semana conquistou àqueles que, no horário, não tinham outra coisa além de R. R. Soares e/ou defasados desenhos animados na ‘TV Globinho’, da concorrente.

ME AGUARDE - Último resquício de programação infantil na Globo, a “TV Globinho” vai desaparecer. A emissora planeja mudar a programação aos sábados e lançará nova edição do “Encontro com Fátima Bernardes” com apresentação de Dan Stulbach e Ana Furtado.

BABÁ VIRTUAL – Depois do fenômeno Xuxa no papel de babá eletrônica, crianças optaram pela troca de amas. Tablets e seus aplicativos infantis têm mais audiência entre os baixinhos atuais. Reflexo de mães que, grávidas, não desgrudam do mais eficiente instrumento cultural das terras brasilis, o Whatsapp.

UM POR UMA - Dirigentes da Casas Bahia garantem torcer pelo hexa do Brasil na Copa do Mundo, ainda que um tropeço da seleção possa livrar a rede de ter que entregar uma segunda televisão ao preço de R$ 1 aos participantes da promoção “Emoção em dobro”. A CBF chiou e Flavia Altheman, diretora de Marketing da empresa contemporizou: “damos oportunidade para o consumidor, uma vez que a promoção depende exclusivamente da seleção”.

DE TRÊS MAIS UM - A partir de junho, a Igreja Universal do Reino de Deus ocupará praticamente toda a programação de duas redes de TV aberta: a Rede 21 e a CNT. Em 2013, a Iurd realizou operação similar. Por falta de pagamento, Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial, perdeu as 22 horas de programação do 21 para Edir Macedo. O valor do aluguel foi estabelecido em módicos R$ 7 millhões/mês. Súditos, preparai-vos.

VC NA COLUNA – “Sou jornalista e também acho ridículo e ao meu ver, uma propaganda "de graça", individualizada não deve ser feita. Mas se você (repórter) está falando do local, falando de tal produto, serviço ou ação e não dizer o nome, endereço de uma vez é só para mais enrolação e complicação talvez. Por que, dizer que "um shopping que fica na avenida tal.....e outros adjetivos" e não dizer simplesmente o nome? É para até brincar com a 'inteligência' alheia. É ou será propaganda se você escrever, gravar sempre de um só local e com a marca ou cores conhecida? Assim não dá né?! (Lucio Borges Ortega)

Com berço em MS, sertanejo universitário esnoba cultura
QUEM GOSTA – Leitor alerta que “sertanejo universitário nasceu em MS; tem os cincos estúdios mais importantes do país; gera centenas de empregos, etc...
Minissérie deve abrir mente de quem desconhece a ditadura
A DIREITA VOLVER – No ‘Tribuna Livre’, da FM Capital, mestre Sérgio deitou falação sobre inconsequência, de alguns, pela volta da ditadura militar. P...
Radiojornalismo parado no tempo e no espaço
VERDADE DE CADA UM – Radiojornalismo de Campo Grande parou no tempo e espaço; grade criada – há tempos por alguns – não abandona a rotina. Loucos por...
Mudança da faixa AM para FM agita mercado radiofônico
MUNDO PEQUENO – Com o ‘estreitamento do mundo’ pela internet, sucessores de rádio de Campo Grande dirigem a emissora a partir de cidade americana. Mo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions