ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 20º

De olho na TV

Censura interna impera na Globo

Por Reinaldo Rosa | 19/02/2014 09:13

NOTÍCIA SEM ANÁLISE - O Bom Dia MS, de terça-feira, informou a futura taxa de pedágio sugerida pela Secretaria de Obras do Estado. Dependendo de aprovação pela Assembleia Legislativa o valor médio será de R$ 4,38. Espera-se que o valor final seja arredondado (para baixo) evitando-se prejuízo anunciado - e decretado - ao bolso do consumidor.

NA TORCIDA - Balanço parcial de cronista sobre o futebol do Estado é alvissareiro. Jura que 'o nível dos jogos está melhor; o torcedor tem comparecido aos estádios em grande número', etc. E a luta continua na noite de hoje com toda crônica esportiva - falada, televisada e escrita - apoiando as disputas.

PERGUNTAR NÃO OFENDE - Por que os gols do campeonato de futebol sul-mato-grossense não têm destaque no Fantástico?

POR ONDE ANDA - Priscila Bittencourt após período na TV Morena alçou voo para outra retransmissora da rede Globo. Atualmente desempenha sua atividade jornalística na TV Sergipe, baseada em Aracaju.

VIGILANTE MORDAÇA - Ricardo Feltrin informa que a Globo se irrita com queixas de seus artistas e vazamentos de informações em redes sociais. A emissora bem que tentou disciplinar seus funcionários nos últimos anos. Encarecidamente, chegou a pedir que parassem de postar queixas sobre assuntos internos ou de comentá-los em público.

MANERA FRUFRU - Rede Globo recebeu 'sugestão' para não repetir em outros noticiosos uma pauta do Bom Dia Brasil. Informava sobre salários de cada senador (33 milhões/ano); deputado federal (6.600 milhões/ano); vereador (Rio/SP - 5 milhões/ano); deputado distrital-DF (10 milhões/ano). Congresso nacional (10 milhões em níveis globais). O mais caro do mundo. A emissora atendeu; claro. No Youtube.

NA MEMÓRIA - "O mal que Lula fez para o Brasil vai demorar muito para acabar". Frase de Marcelo Madureira, no Manhattan Connection, foi o suficiente para eliminar o Casseta e Planeta da programação da rede Globo. Simples assim.

TEM A VER - Em julho, no Multishow, o aguardado "Tudo Pela Audiência", programa de auditório de Tatá Werneck e Fábio Porchat. A dupla de humoristas pretende contar com a participação de convidados famosos fazendo piadas sobre a busca desenfreada por ibope na televisão. Informe do Outro Canal.

VC NA COLUNA – “Falando em crônica esportiva, a guerra entre as emissoras de rádio que fazem o futebol na capital, continua em fogo cruzado. A Difusora esnobou, em um só dia foi a Maracaju transmitiu Novoperário e Maracaju, a Voz do Brasil começou às 18h e, depois, Elson Pinheiro, "o canhão do rádio" como é chamado pelos colegas, abriu a jornada diretamente de Brasília com Cene e Brasília, na Copa Verde. A rádio Capital foi à Aquidauana transmitir, Costa Rica e Aquidauana; não entendi mas, valeu. O que não vale é a TV Morena transmitir Cene e Novoperario, jogo na capital para a capital; isso é ajudar o futebol? Acho que o pessoal da Morena não conhece conceito ajudar. Que tipo de ajuda é essa? Ajuda prejudicando? Ah, já sei, o conceito do plin plin continua "venha nós sempre" ao "vosso reino" nada". (Romildo Guedes)