A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


26/11/2014 14:16

Cresce comodismo dos editores de telejornais

Reinaldo Rosa

NADA DO NOVO – Entre abraços e beijos continuam as programações de emissoras de rádio em Mato Grosso do Sul. A grade de trabalho procura contemplar anestesiados ouvintes desligados de possíveis preocupações que os afligem. Programadores tocam ‘o que o povo gosta’ e a banda segue.

MADE PARAGUAY – Encontro de bandas na Colônia Paraguaia, no domingo, mostrou a preferência musical de grande parte da população, em Campo Grande. Seleção musical era reflexo das programações de rádios da capital.

É O SOM – Parece que deu certo. Elson Pinheiro consegue proporcionar leveza à pesada pauta policial do ‘Tribuna Livre’, da FM Capital. Ativo acúmulo de mensagens via WhatsApp comprova expectativa de participação de ouvintes no noticioso.

A VEZ DO MS – Aquidauana serviu de palco – e cenário - para as travessuras paternalistas de Luciano Huck no seu ‘Caldeirão’. Transmitido para todo o território nacional e para 115 países via Globo Internacional, muito pouco de MS foi ao ar. O foco principal é sempre o próprio apresentador.

NEM AÍ – Terminou ‘com sucesso’ o campeonato de futebol sul-mato-grossense, serie B. O da serie A, versão 2015, ainda não tem aval publicitário da TV Morena nem do novo governo estadual que assume em 1º de janeiro. Resultados de audiência do evento é que estão transferindo manifestações de possíveis interessados.

DIREITA VOLVER – Reinaldo Azevedo, Roger e Danilo Gentili no ‘The Noite’, no SBT. Após as eleições, continua a torcida contra a presidente Dilma Rousseff. Com endosso da ‘importante’ revista Veja.

REPLAY– Executivos da rede Globo têm miras voltadas para afiliadas e não enxergam o próprio umbigo. Pautas do ‘Jornal Hoje’ são repetições do ‘Bom Dia Brasil’, que bisou o ‘Jornal da Globo’ que repercutiu o ‘Jornal Nacional’ e assim segue a falta do diferencial interno do jornalismo global.

DA HORA – Loucos por notícias recebem com ressalvas a ótima produção que anuncia o ‘Hora 1’, próximo informativo da emissora que entra no ar no início de dezembro. Novo espaço com nova embalagem e mais do mesmo para telespectadores e telespectadoras.

VAGA PROCURA-SE - Mais um foi afetado pela reformulação do ‘CQC’. O programa da Band dispensou Oscar Filho, um dos repórteres mais antigos da atração. Em seu blog, afirmou que foi demitido e que não tem nenhuma proposta de outra emissora. Nada fácil para quem interpreta o samba de uma nota só. Ele volta; a televisão não vive sem chatinhos talentosos. Ronald Rios também entrou na dança dos antigos famosos.

Com berço em MS, sertanejo universitário esnoba cultura
QUEM GOSTA – Leitor alerta que “sertanejo universitário nasceu em MS; tem os cincos estúdios mais importantes do país; gera centenas de empregos, etc...
Minissérie deve abrir mente de quem desconhece a ditadura
A DIREITA VOLVER – No ‘Tribuna Livre’, da FM Capital, mestre Sérgio deitou falação sobre inconsequência, de alguns, pela volta da ditadura militar. P...
Radiojornalismo parado no tempo e no espaço
VERDADE DE CADA UM – Radiojornalismo de Campo Grande parou no tempo e espaço; grade criada – há tempos por alguns – não abandona a rotina. Loucos por...
Mudança da faixa AM para FM agita mercado radiofônico
MUNDO PEQUENO – Com o ‘estreitamento do mundo’ pela internet, sucessores de rádio de Campo Grande dirigem a emissora a partir de cidade americana. Mo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions