ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 16º

De olho na TV

Futebol vira programa de grade da TV Morena

Por Reinaldo Rosa | 17/01/2014 09:43

APITA O ÁRBITRO - Neste domingo tem transmissão o vivo do futebol sul-mato-grossense pela TV Morena. Rádios Difusora e Capital - ambas na faixa de AM - também entram em campo com bons profissionais da crônica esportiva do Estado. Não é por falta de apoio - e incentivo - que o futebol local deixará de produzir grandes espetáculos.

COMO SEMPRE - No rastro das coberturas esportivas, já no sábado, o Via Morena inicia suas transmissões ao vivo. Durante dois longos meses todos - jogadores e cronistas - terão trabalho pela frente. Após 60 exaustivos dias de competição, todos curtirão merecidas férias. Feliz 2015.

RETRATO FALADO - Nas chamadas da TV Morena que anunciam o início das transmissões - e do campeonato - pode-se observar dificuldade na produção do vídeo. Tem jogadores; bola correndo; gols memoráveis; dribles, et cetera. Com exceção aos planos fechados, foi difícil selecionar imagens com torcedores nas arquibancadas. O desafio continua.

PORTA É SERVENTIA - Quem não desejar acompanhar os trabalhos de emissoras de rádios e TV local tem opção à mão. Sintonizar a TV Guanandy, repetidora da Band, que se ligará na transmissão do futebol paulista.

RETRATO EM P&B - A excelente matéria em série (mais uma) de Lygia Sabka mostra o modus operandi de responsáveis pela saúde pública de Mato Grosso do Sul. Por questões pontuais - digamos assim - a matéria acusa pontos nevrálgicos do problema sem que os repórteres elaborem texto opinativo. E nem precisaria; está na cara de espectadores e espectadoras.

PRIORIZANDO PRIORIDADES - A série informa que o Ministério da Saúde foi acionado para fornecimento de equipamento para tratamento de câncer. O órgão solicitou adequações no Hospital de Corumbá para que o equipamento fosse enviado. Valor das adequações: cerca de R$ 400 mil. Arquivou-se o pedido por falta de verba.

BIBELÔ - Reformas do Portal na entrada de Corumbá e Ladário foram orçadas em um milhão e trezentos mil reais (matéria de O Estado). O dinheiro está a caminho e o monumento ficará mais bonitinho, para satisfação de turistas que visitarão as duas cidades. Tem câncer que não é extirpado porque há muita vontade política.

DUAS CANOAS - Segundo Salvador Sandin "O Povo na TV e Jornal do SBT/MS 1ª Edição são as maiores audiências da emissora". Promete para este ano a chamada "sequencial de grade crescente e com share entre elas". A teoria demonstra conhecimento sobre a lida televisiva. Difícil é colocar em prática as informações, nas duas repetidoras (SBT/MS e TV Guanandy) em mercado carente de profissionais para o setor.

VC NA COLUNA - "Titulo de cidadã três-lagoense a Marly Marlei não poderia receber meu caro colunista já que ela é natural da cidade. Titulo de cidadão recebe quem não natural da cidade e que presta relevantes serviços à mesma. Mas ai caberia, quem sabe, uma homenagem tipo Honra ao Mérito ou mesmo uma (outra) qualquer como nome de teatro, praça, rua". (Antonio Carlos Souza)

R DO R - Caro Antonio Carlos, você está certo; errei na informação. Marly Marlei foi para São Paulo e estreou em teatros de revista e nuncamais parou. Com longa carreira em Sampa - como jurada de Chacrinha e tantos outros programas do gênero - pouca gente sabia de sua origem sul-mato-grossense incluindo-se parte da população da própria Três Lagoas. O desconhecimento é tanto que (após nota neste espaço), jornal impresso da capital noticiou sua morte com cinco dias de atraso.