ACOMPANHE-NOS    
MAIO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 18º

De olho na TV

Na Globo a ordem é economizar

Por Reinaldo Rosa | 04/02/2013 09:15

BEM-VINDA – Ícone de programas locais em forma de revista, Marilu Guimarães, em contato com a coluna, informou sobre suas atividades atuais e futuras. Detentora de longo histórico em diversas áreas que a consagraram –a partir dos estúdios da TV Morena- a serelepe apresentadora (rainhas não perdem a majestade) está mais atuante do que nunca.

SELETIVA – Na festa in door da Rede Mato-grossense de televisão só foi convidado quem está diretamente ligado ao mercado publicitário. O evento serviu para anunciar a próxima premiação de criações veiculadas nos canais da emissora, em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

EXPLICA E NÃO JUSTIFICA – Diretor de Marketing informa que não convida –nem credencia- outros veículos sobre promoções ‘da casa’. Raciocina que não haveria interesse dos concorrentes em abordar o acontecimento. Há controvérsias. Premiações das redes Globo e SBT sempre têm a presença de representantes (convidados) de outros órgãos de imprensa. Certamente por terem a humildade de reconhecer que, com isso, as promoções recebam maior repercussão.

CHUTE NO TRASEIRO – A se basear na matéria relâmpago veiculada nos jornais locais, o Prêmio Morena de Criação Publicitária (seria esse o nome da festa?) deixará os profissionais de Mato Grosso do Sul solenemente sentados na platéia. No filmete exibido chama atenção a ausência de peças aqui veiculadas.

TE CUIDA BACCARO – Musicais flash back inflacionam programações de rádios, em Campo Grande. Prova de que a idéia é boa. Um dos que mais se destacam, o Baú da Mega, FM Mega, corre risco de queda na audiência. Entregue sob a responsabilidade de jovens apresentadores as músicas parecem ser classificadas de acordo com a data em que foram criadas. Os reais sucessos dos anos dourados que, realmente, marcaram época estão ausentes.

TRAGÉDIAS NA TV – O funesto acontecimento que se abateu sobre a população de Santa Maria-RS –e do Brasil como um todo- é lamentado sobre tudo por sua imprevisibilidade. Agora, a tragédia da eleição do senado, na semana passada, não aconteceria se os ‘com direito a voto’ dessem exemplos de como evitar catástrofes.

VALE VER DE NOVO – Sem nenhuma pretensão, em 1991 o SBT lançou Carrossel, produção mexicana que causou estragos na audiência da novela O Dono do Mundo, da rede Globo. A emissora de Silvio Santos ganhou a parada dos números do Ibope. Atualmente Fátima Bernardes é a vítima da vez; a reprise da produção dirigida à criançada continua ganhando.

CONTINGENCIAMENTOS – Como se fosse uma administração pública a rede Globo não aplica recursos de uma rubrica em outra. Apesar de grandes volumes de entradas em caixa, a emissora avisou ao produtor Wolf Maya, responsável pela próxima ‘Em nome do pai’ que a economia deverá imperar. A maioria dos paulistas que quiser fazer parte da novela terá de arcar com as despesas de hospedagem, transporte e alimentação. Vale Transporte de Sampa não valem no Rio de Janeiro.

IQUIGOOOL – Quem acompanha transmissões diretas do futebol do estado, pela TV Morena conclui que pouco –ou nada- mudou em termos de comparecimento do torcedor aos estádios. Menos de mil pessoas presentes ao jogo neste domingo.

SARCÁSMO – Após o final da partida local, a emissora focalizou os últimos minutos do jogo entre Santos e São Paulo, com estréia de Ganso e vitória do time de Neymar por três a um. Foi como se a repetidora da Globo ‘dissesse’: eu tenho a força; veja o que vocês perderam.