A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


16/06/2014 09:16

O descrédito da informação está no ar em MS

Reinaldo Rosa
Caio Castro não tem mais contrato fixo com a Rede GloboCaio Castro não tem mais contrato fixo com a Rede Globo

NO AR - O real rádio jornalismo defenestrado por dirigentes da Canção Nova, de Campo Grande, coloca capacitados profissionais no limbo da comunicação. O jornalista João Flores está à frente da Rádio Web News/MS na editoria de interessante e vibrante noticioso.

É DE GRAÇA? - Patinho feio de programações, o rádio jornalismo tem o ‘merecido’ respeito por empresários do setor da comunicação no interior de Mato Grosso do Sul. Para entrar em rede com informativos da Rádio Web/MS eles reivindicam gratuidade na parceria. Simples assim.

FAÇO MINHA PARTE – Para cumprir a exigência do Ministério das Comunicações – quanto a espaço destinado ao noticioso nas programações de rádio- pífios boletins são levados ao ar. O que interessa é a busca pela audiência ‘com músicas que o povo gosta’ e pronto.

FORA DE CAMPO – Telejornais no horário do almoço continuam com suas corridas ao sucesso sem maiores preocupações com a qualidade do que vai ao ar. Apostar na pouca exigência do público alvo parece ser a tônica dos trabalhos de repetidoras de TVs locais. É o caminho da lesma lerda.

EM MOME DELA – A audiência justifica a continuidade do atual modus operandi dos informativos televisivos em Campo Grande. Dirigente de duas emissoras retransmissoras vociferou contra notas da coluna argumentando que a baixa qualidade resulta nas maiores audiências dos respectivos canais. Mudanças, então, nem pensar.

MAIS CEDO – Em tempos de Copa da Fifa, o Bom Dia MS, na TV Morena, vai ao ar antes do Bom Dia Brasil, da rede Globo. E mantém a costumeira audiência. Para alguns espectadores a prática poderia ser mantida após o galáctico evento esportivo.

DESNECESSÁRIA – Com tantos dispositivos de informação à mão de qualquer pessoa, a chamada ‘classificação indicativa’ perdeu seus objetivos (de censura disfarçada). A programação da TV Morena, -gravada em quase sua totalidade- bem que poderia ser repensada.

PIBINHOS EM REDE – Sem conseguir resultados esperados com a dramaturgia, rede Record, também, passa a contratar atores por obra e demite alguns dos atuais contratados. Sem possível concorrência com a emissora do Bispo Edir Macedo, rede Globo faz o mesmo. Pedro Paulo Rangel, Carolina Kasting, Fernanda Rodrigues, Camila Morgado, Fulvio Stefanini e Caio Castro perderam recentemente contrato fixo com a rede. Com Keila Jimenez, da Folha

Grupo Acaba vive, mesmo fora da mídia
ESTAMOS JUNTOS – Mesmo ausente da grade musical da maioria de emissoras de rádios e retransmissoras de TVs locais, o Grupo Acaba vive –e sobrevive-. ...
Música regional de MS é atração rara nas emissoras locais
ESTRELAS FAZEM SINAL – Paulo Simões, Geraldo Roca, autores da música 'Trem do Pantanal', considerada hino não oficial de MS, não têm o destaque merec...
Só um 'não' ao ouvinte pode tirar rádio da mesmice
LINHA FECHADA – Quando é preciso dizer ‘não’. Difusora AM também abre espaço para atendimento de pedidos musicais dos ouvintes. Perigo à vista; maior...
Rádio muda pouco na mudança da faixa AM para FM
NADA DE NOVO – Bolo gigante recheado de alianças na festa do dia de Santo Antonio, nesta terça-feira foi, de novo, notícia na TV Morena. E, novamente...



Oh R. Diz ai que a TV Record na cidade de Dourados, está fora do ar há de 1 mês.
Uma vergonha, se o problema for técnico é só me chamar. Pega meu e-mail ai no cadastro do cgnews E BOTAMOS ISSO NO AR RAPIDINHO.
 
José Oliveira em 18/06/2014 03:20:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions