ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 19º

De olho na TV

O "La Nave Va" da rede Globo

Por Reinaldo Rosa | 09/09/2013 09:17
Giovanna Ewbank na coletiva de imprensa da nova novela das seis 'Joia
Rara'
Giovanna Ewbank na coletiva de imprensa da nova novela das seis 'Joia Rara'

NÃO DEU OUTRA - Jornalismo investigativo, na capital, provocou mudanças de comportamento - digamos assim - no modus operandi de setores públicos. Pelo jeito, ainda há muito o que legislar através do jornalismo sério.

FALA POVO - "Rádio Difusora em FM. Copiando São Paulo, que tem a Rádio Bandeirantes, CBN, Tupi em dois canais - AM e FM. Só espero que no FM, políticos não tenham vez em programas eleitoreiros". (GILSON DE OLIVEIRA CANO)

FALA POVO II - "Na minha opinião um político que tem um programa no rádio ou na televisão é, no mínimo, uma injustiça! Todo dia, ou toda as semanas, aparece ele, dentro da casa do eleitor, fazendo propaganda mascarada de sua candidatura nas próximas eleições. Será que ninguém pode fazer nada contra isso? (EUGÊNIO DE SOUZA)

QUEM SABE FAZ - Dentro dos campos de futebol Leomar Ferreira mostrou o que fazia com a bola. Fora das chamadas "quatro linhas" revela-se como comentarista do esporte que o consagrou. De fala mansa, tem mensagem e
participação destacada no programa de Esportes nas noites da Rádio Capital AM.

FORA DA PAUTA DA TV - Leitora carioca da coluna (identidade preservada) informa que desistiu de morar no bairro Laranjeiras. O apartamento fica a poucos metros da sede do governo de 'seu' Cabral e lhe permitir assistir aos jogos do fluminense da varanda. Registrou seu dia-a-dia atualmente e já anuncia mudança de endereço ainda este mês.

IGUAL AO SÃO PAULO - Cansativo e, ao que parece, sem forças para encarar a concorrência, o Domingão do Faustão cai pelas tabelas. Constantes -e cansativas- repetições da Dança dos Famosos são esticadas até a exaustão. Para quem tem no 'Vídeo Cassetada' seu gran finale mostra o respeito que tem pelo telespectador.

MESMA LINHA - E a falta de seriedade continua pelos lados da rede Globo. Neste domingo, apenas duas matérias dignas de jornalismo competente -a bisbilhotagem americana e a molecagem do sírio Assad. O tal do Homem
Sem Limites é um chute no SAC -Serviço de Atentado ao Consumidor.

TV PAGA É O QUE INTERESSA - A Globo reuniu, recentemente, seus principais autores de seriados e avisou que haverá um investimento ainda maior na teledramaturgia em 2014. Para todos, porém, solicitou mais dedicação nos roteiros e deixou a certeza que aqueles "mais inovadores" terão prioridade no GNT e Multishow.

AINDA A PREMIAÇÃO - A recente edição do Prêmio MUltishow mostrou a pasteurização da programação musical em emissoras de rádios e redes de TV nacional. Indicações mostraram que o público (graças as repetias programações de emissoras) consagra a música popular representada por Paula Fernandes e Michel Teló no sertanejo, do pop com influências de funk vindos de Anitta e Naldo, do samba eletrônico do Oba Oba Samba House. Não se pode fazer nada quando se tem quem goste.

O "La Nave Va" da rede Globo