A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


05/01/2017 10:18

Para ouvintes julgadores, ordem judicial lida na íntegra

Reinaldo Rosa

CANSATIVA NECESSÁRIA – No ‘Jornal da Sete’, FM UCDB, Paulo Yafusso leu íntegra da reversão da decisão de juiz que pede a preventiva de policial rodoviário federal. Bloco do informativo dedicado à nota oficial satisfez sensatos e/ou apressados ouvintes julgadores do caso.

SENTA LEVANTA – Em entrevista à TV Morena, chefe do Consórcio Guaicurus informou sobre lei que ‘decreta’ totalidade de bancos preferenciais nos ônibus. Samba não se aprende na escola; cidadania não se verifica através de regras no papel. Sentar na lei virou regra.

BRAZIL ZIL ZIL – “Lava Jato prende; Lama Asfáltica, Coffee Break libertam”. Interessante análise do radialista Gilson Giordano sobre interpretações desconexas por parte de integrantes do judiciário nos ‘Brasis’ existentes no país.

PIOR É MELHOR – Matéria do ‘Fantástico’ sobre milagres econômicos de Costa Rica causou celeuma. Entidade representativa do setor da educação e pessoas não acondicionadas em possíveis asas de benesses oficiais afirmam que “as coisas não são bem assim”.

QUERO MAIS - Primeira semana do ano repleta de acontecimentos que mexeram com cotidiano nacional. Informativos falados e televisados assumiram posição de simples repassadores dos fatos; falta de análises continua em alta para frustração do respeitável público.

PÃO E CIRCO – Inefáveis retrospectivas sobre destaques de 2016 elegeram, entre outras coisas, as ‘dez mais das programações de rádio’. Placar musical realça objetivos de empresários da comunicação em divertir e alienar pessoas.

SE CORRER – Atual estágio da radiodifusão realça inebriante posição de ouvintes pouco ligados na real situação do país. Programadores consideram que imagem do patrocinador pode ser afetada por análise (mais profunda) feita em detrimento do patrão.

FALOU E DISSE – “De tempos em tempos devemos exaltar as ideias da informação. A televisão pode esclarecer e até mesmo ensinar, mas somente se as pessoas ousarem com este objetivo. Ou será apenas um aglomerado de fios e luzes”. Citação de Edward R. Morrow no filme ‘Boa Noite. Boa Sorte’ de George Clooney.

DIRETO DA TELONA – ‘Depois do amor’, comédia romântica retorna ao ano de 1962 e aos bastidores do filme ‘Something’s got to give’, produção estrelada por Marilyn Monroe. Danielle Winits e André Gonçalves estão na peça que marcou o último trabalho de direção de Marília Pera. Dias 28 e 29 de janeiro no Glauce Rocha. Produção de Pedro Silva e Jamelão.

Com berço em MS, sertanejo universitário esnoba cultura
QUEM GOSTA – Leitor alerta que “sertanejo universitário nasceu em MS; tem os cincos estúdios mais importantes do país; gera centenas de empregos, etc...
Minissérie deve abrir mente de quem desconhece a ditadura
A DIREITA VOLVER – No ‘Tribuna Livre’, da FM Capital, mestre Sérgio deitou falação sobre inconsequência, de alguns, pela volta da ditadura militar. P...
Radiojornalismo parado no tempo e no espaço
VERDADE DE CADA UM – Radiojornalismo de Campo Grande parou no tempo e espaço; grade criada – há tempos por alguns – não abandona a rotina. Loucos por...
Mudança da faixa AM para FM agita mercado radiofônico
MUNDO PEQUENO – Com o ‘estreitamento do mundo’ pela internet, sucessores de rádio de Campo Grande dirigem a emissora a partir de cidade americana. Mo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions