A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


20/08/2014 10:10

Rádio e televisão divulgam mais dos mesmos na atual campanha

Reinaldo Rosa
Entrevista de Dilma no Jornal Nacional ainda causa polêmica (FotoEntrevista de Dilma no Jornal Nacional ainda causa polêmica (Foto

DEBATES – Colocar planos de governo frente às câmaras de TV por intermédio de debates entre postulantes sempre proporcionou bons índices de audiência. Até chegar a plastificação jornalística que os condicionou ao tempo e regras determinados pelas emissoras.

SUPERSTAR – Assumindo ar de dama de ferro a mediadora (?) Salete Lemos conduziu discussões de forma arrogante, em Campo Grande. Robotizada tentou personificar precisão de relógio suíço.

MESMOS DA MESMICE – O engessamento na forma de produção de enfrentamento entre candidatos pela TV, há anos, deixou de ter o interesse esperado. Reuniões impositivas na forma e conteúdo levaram os debates ao deblaque.

GRATUÍTA NÃO – Legenda sob foto - com logomarca garrafal do promotor do evento - em jornal impresso diário faz referência ao "debate de um site" sem citá-lo nominalmente. Evitar propaganda ‘de grátis’ virou moda.

ÓLEO DE PEROBA – Desde os tempos da administração de Afonso Pena que o caos na saúde é registrado – e debatido- no país. Horário político no rádio e TV desfila serie de figurinhas -carimbadas e desconhecidas- pedindo voto anunciando solução para o emblemático assunto. Patética ópera bufa no ar.

CLAUDINHO SEM BUCHECHA – Troca de ideias entre candidatos – ao vivo - marcou preocupação de Delcídio do Amaral em omitir o Partido dos Trabalhadores. Estranho.

BONNER X DILMA – Tentando anular a pecha de adesista aos governos de plantão, Willian Bonner chegou às raias da indelicadeza com a presidente Dilma Rousseff, no Jornal Nacional. Fez o jogo dela; deseducadas intervenções do apresentador resultaram em 15 minutos mal aproveitados.

VALE O QUE ESTÁ NO SCRIPT - Saúde, Educação e Segurança fazem parte da trilogia de promessas dos empedernidos candidatos na atual campanha. Promessas vazias continuarão no ar até cinco de outubro. O tempo passa; o tempo voa e a poupança Bamerindus continua numa boa.

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions