ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 26º

De olho na TV

Respostas prontas na telinha

Por Reinaldo Rosa | 30/10/2013 09:25

PAUTA PRONTA – Na matéria sobre diminuição de cinco centavos nos preços das tarifas de transporte coletivo, em Campo Grande, repórter da TV Morena fez ótimo trabalho. Informou que passageiro que utiliza dois passes diários, ao final de um mês terá economizado dois reais “que não pagam nem uma passagem”, acrescentou. Ciência exata.

SONHANDO COM O PESADELO – Mídia escrita, falada e televisada anunciam ofertas de veículos ‘com taxa zero’. Um anúncio em jornal ressalva que para um modelo a taxa é zero, embora coloque três no mesmo espaço –com taxas de 0,49% ao mês e 6,04% ao ano-.

NÃO ASSINE SEM LER – Quando o financiamento é feito em 60 meses, a propaganda enganosa faz o ‘feliz comprador’ pagar dois carros e meio. Ao tentar vender o desvalorizado patrimônio não consegue mais do que um quarto do capital empregado. Alô Procon.

CONSTITUIÇÃO CIDADÃ – As comemorações dos 25 anos da atual Constituição passaram em branco. Nenhum dos representantes do Estado que participaram da elaboração da carta magna foi convidado para a festa em Brasília. Lula foi o alvo do rega bofe com medalha.

TOC DE ROBERTO – Em momento PSDB, Roberto Carlos vacilou ao ser perguntado sobre o que deveria ser feito com respeito a publicações de biografias não autorizadas. Renata Vasconcelos, no Fantástico, questionou –de forma clara- sobre o que o cantor sugeriria sobre o caso. “Deve-se discutir, ver, enfim, o que se pode fazer” e outras demonstrações de “sei lá”. Confessou ser favorável a publicação de biografias não autorizada. Desde que autorizadas.

RODA E AVISA - Em 2007, o cantor moveu ação contra o jornalista e historiador Paulo César de Araújo, autor de "Roberto Carlos em detalhes". No Roda Viva de segunda-feira, transmitido pela TV Brasil Pantanal, o autor matou a charada sobre a reação do cantor (que recolheu onze mil unidades da edição); “ele não admite que alguém ganhe dinheiro com trabalho que envolva seu nome”, sentenciou.

EU CESTARI – Carmen Cestaria está no comando do Primeira Pessoa, pela mesma TV Brasil Pantanal. Entrevistas que valorizam pessoas e fatos locais e que merecem ser vistas por espectadores que procuram algo fora do eixo globo-sbt-record-band.

FALA POVO – “Campo Grande precisa de rádio como Jovem Pan, Antena1, Band FM, Band News FM, Itatiaia FM. Pode tocar sertanejo sim, mas de todas as épocas e vertentes. Esse modismo de sertanejo universitário enche o saco, com essas musiquinhas com nota do tipo atirei o pau no gato. Uma rádio com proposta boa é a Uniderp FM, mas ela só toca as músicas, não fala nem sequer o nome do artista. O resto é tudo farinha do mesmo saco. Saudades do Classe A, com o grande (Luiz Humberto) Aspezi”. Hudson Terencio

FALA POVO II – “A programação dessas FMs em Campo Grande é uma verdadeira lavagem cerebral nos ouvintes. Os caras falam o tempo todo e depois dizem, ‘agora vamos pro comercial’ e quando tocam as músicas são sempre as mesmas o dia todo. Muda a programação e se repetem as ditas músicas. Somos obrigados a recorrer ao conhecido plágio: Cale-se! Cale-se; vocês me deixam louco! Emigdio Martins

FALA ABALIZADA – “Sem contar que todo locutor de rádio FM grita, como se nós, que às vezes entediados, corajosamente nos propomos a ouvir uma música ali tocada, fossemos todos surdos”. Antonio Mazeica

SAMBA E FUTEBOL – De 29 de novembro a 1º de dezembro acontece o 1º Suíço Open de Futebol Pousada do Bosque. O local é no hotel de mesmo nome, em Ponta Porã e a realização é do embaixador do samba Cachopa. Mais detalhes é só ligar 9677 2211.

REDE BOBO – A surra da personagem Giane em Amora foi gravada e levada ao ar como parte da novela Sangue Bom, da Globo. Outra personagem, depois de ver as imagens liga para o pai de Giane informando sobre o ‘noticiário de TV’ da trama. De imediato, ele liga a televisão e a mesma ‘reportagem’ é repetida integralmente. Furo.