A notícia da terra a um clique de você.
 
12/01/2018 08:41

"Loving Vincent", o filme que conta a vida de Van Gogh

Mário Sérgio Lorenzetto
Loving Vincent, o filme que conta a vida de Van Gogh

A figura de Van Gogh, sua maldição, a especial relação com seu irmão mais novo (falecido poucos meses depois dele), as dúvidas que envolvem o suicídio, o único quadro que vendeu na vida...para converter-se, depois, em um gênio reconhecido, cujas obras alcançam cifras astronômicas em leilões, ou sua relação com outros artistas como Paul Gauguin (quem, provavelmente, lhe cortou a orelha em uma briga, ainda que ambos silenciaram sobre o tema), fizeram do pintor holandês uma figura desejada para o cinema. Grandes diretores como Vicente Minnelli ("O louco do cabelo vermelho"), Akira Kurosawa (em um episódio dos "Sonhos") ou Roberto Altman (Vincent e Theo) abordaram a figura de Van Gogh.
Agora, um novo título - "Loving Vincent" - o traz à tela, mas com uma peculiaridade genial: é o primeiro filme da história filmado em cima de telas que copiam a técnica de Van Gogh. Um total de 65.000 quadros, pintados sobre telas, de 70x51 centímetros, foram fotografados para dar a sensação de movimento. A polaca Dorota Kobiela foi absorvida por essa obra durante mais de cinco anos. Os 125 pintores que participaram do projeto pintaram os 65.000 quadros sobre as cenas da vida de Van Gogh. Um trabalho titânico, cujo resultado é uma obra hipnótica. Kobiela diz que esse filme é uma "carta de amor".

Loving Vincent, o filme que conta a vida de Van Gogh

A bomba de gasolina fez 100 anos, mas não fará 200.

Um dos homens de maior influência na indústria automobilística foi Sylvanus Bowser. Foi ele quem viabilizou que todos consigamos fazer viagens de longo percurso. Até o ano de 1917 isso era impensável. Os poucos que se arriscavam viviam aventuras rocambolescas para arrumar combustível em alguma cidade. Somente carvoeiros e madeireiros vendiam algum combustível, a parte que lhes sobrava. Bowser foi o inventor da bomba de gasolina. Bowser criou um reservatório que facilitava aos (ainda poucos) condutores de automóveis parar em qualquer lugar e reabastecer rapidamente. Em seguida, criou a "estação do automóvel", o conceito que até hoje é adotado pelos postos de combustíveis: calibrar pneus, troca de óleo... A empresa de Bowser, denominada SF Bowser & Co., fez fortuna com sua patente e resistiu até os anos 60.

Loving Vincent, o filme que conta a vida de Van Gogh
Loving Vincent, o filme que conta a vida de Van Gogh

Postos como restaurantes drive-in. Musk ataca novamente.

Os carros da Tesla, do maior gênio da atualidade - Elon Musk -, são elétricos. O que fazer enquanto o condutor aguarde o carregamento da bateria para continuar viagem?Que tal encher a barriga com uma boa dose de nostalgia? Comer como nos antigos drive-in? Esta a solução dada por Elon Musk que causou loucura nas redes sociais dos EUA e da Europa. Não há dúvida que o patrão da Tesla sabe como "agitar". O conceito "old-school", com rock and roll e patinadoras entregando os pedidos estão sendo considerados um sucesso antes de ir para o mundo real. A intenção é que os clientes façam os pedidos dos alimentos no painel do carro Tesla.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.