ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 22º

Em Pauta

A menina que amava as plantas e salvou milhões de vidas

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 13/11/2021 08:46
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O que faz uma garotinha se encantar com plantas a ponto de crescer e se tornar uma cientista que deixa uma marca inesquecível na história da humanidade? Essa é uma história que conecta o mundo rural ao das mais avançadas técnicas científicas. Também é do amor persistente pelas plantas até chegar à cura de uma das doenças que matou milhões de pessoas no mundo.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Uma garotinha admira um velho medico rural.

Em um pacato vilarejo no interior chinês, uma menina curiosa encontra um velho médico que todos os dias saia para coletar ervas que considerava medicinais. Aquelas plantinhas, aparentemente comuns, na cesta do ancião, continham muitas histórias mágicas sobre como curar doenças e salvar vidas. Isso atraiu profundamente a menina e a inspirou a estudar fitoterapia.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A pesquisadora.

Mas essa menina não se contentou com os ensinamentos do velho médico. Quando cresceu, ela se tornou pesquisadora e foi a primeira mulher chinesa a ganhar o Prêmio Nobel de Medicina de 2015 por extrair com sucesso a artemisinina, retirada da planta artemísia. Conseguia um feito perseguido por séculos. Curava a malária, conectando a moderna ciência médica com a ancestralidade.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Tu Youyou vive e pesquisa aos 90 anos.

Essa garota é Tu Youyou, persistente, continua pesquisando aos 90 anos. Ela vive em uma atmosfera que descreve como calorosa entre a cidade e meio rural. A curiosidade e o fascínio infantil, diz ela, continua forte e dirigindo suas pesquisas. Também afirma que o maior mundo mágico está na natureza. Há alguns anos, Tu Youyou foi convertida no mundo ocidental, na maior influencer das pequenas meninas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário