A notícia da terra a um clique de você.
 
22/02/2018 07:35

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Mário Sérgio Lorenzetto
Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Muitas das falsas crenças sobre nutrição, saúde e hábitos de vida vivem de lendas, más interpretações, medos ou generalizações que estão distantes dos avanços científicos. Não fique sem dormir em um quarto com plantas, nem temas o micro-ondas ou o wi-fi por acreditar que suas emissões são cancerígenas. Do mesmo modo, não confie em quem diz que você só está usando 10% de teu cérebro.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Utilizar micro-ondas dá câncer.

Rotundamente falso. O mesmo vale para celulares e computadores. Os alimentos em um forno micro-ondas se esquentam graças à excitação que as ondas produzem sobre as moléculas de água presentes em maior ou menor número nos alimentos. Não se trata de radiação ionizante e, por isso, não têm capacidade de provocar mutações no DNA celular.

Outro mito frequente é pensar que o micro-ondas destrói os nutrientes dos alimentos. Também é importante saber que o micro-ondas é a melhor forma de cocção de alguns alimentos como os legumes.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Água oxigenada é boa para as feridas.

Recorrer a um jato de água oxigenada parece inevitável quando temos uma ferida aberta. Todavia, o comichão ou ardência que ela gera é sinal que produz danos à pele. Todos os principais centros de saúde dos países mais avançados desaconselham usar água oxigenada na pele e nas mucosas. Além disso, a água oxigenada não é um bom antisséptico, uma vez que não elimina todos os germes. Atualmente, o antisséptico aconselhado para ter em casa é a clorexidina.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

A gravidez dura nove meses.

Essa é a generalização mais frequente na área da saúde. O correto é falar em semanas. Uma gravidez têm 37 a 40 semanas. A data de início da contagem é o primeiro dia da última menstruação. E – muito provavelmente – a concepção ocorreu entre duas ou três semanas antes dessa data.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Sal não é saudável.

Quando alguém lhe diz que têm a pressão arterial demasiadamente alta ou que desejar diminuir o peso, mais de uma vez olha com receio o saleiro, confiando que eliminar o sal da dieta se converterá em uma solução. Está errado. Todos os últimos estudos indicam que uma dieta baixa em sal (sódio) não é benéfica para nossa saúde e nem ajuda a diminuir a pressão arterial.

A chave está na ingestão de sódio, potássio e magnésio. O correto é ingerir algo como 3,7 gramas de sódio por dia – uma colherzinha de café – e aproximadamente 3,2 gramas de potássio diariamente – um pouquinho menos que uma colher de café. Mas de nada adianta ter essas medições no almoço e jantar e continuar comendo alimentos com elevadíssimo grau de industrialização, como os sacos de batata frita.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Se tem sobrepeso, não têm saúde.

O sobrepeso é visto como o antônimo de uma vida saudável. Todavia, algumas pessoas com sobrepeso têm alimentação saudável e praticam exercícios. Há vários motivos para essa situação: desajustes hormonais, tratamentos médicos e genética podem explicar. Além disso, há aqueles que têm uma compleição robusta devido a uma elevada massa muscular e isso não é problema.

Mas atenção: não baixem a guarda. Para a imensa maioria das pessoas existe, sim, uma relação entre peso e estado de saúde. Temos de manter um peso adequado, comer de forma saudável e praticar algum exercício.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

O mel é um açúcar natural e, portanto, é melhor que o açúcar processado.

Se no teu café da manhã têm um pote de mel porque acredita que está evitando os prejuízos do açúcar processado, é melhor que comece a acreditar em Papai Noel e similares. O açúcar é sempre açúcar e o corpo não detecta a sua procedência. Não há em nosso corpo uma leitora de onde veio o açúcar. Estão imaginando que há alguma molécula na corrente sanguínea que consiga ler que o açúcar veio de um saco ou de um pote.

O abuso de mel é tão prejudicial quanto o abuso de açúcar refinado. O açúcar branco contêm 100% de sacarose. O mel contêm frutose, glicose e sacarose e, aproximadamente, 18% de água e pequenas quantidades de vitaminas e sais minerais. Mas essa combinação não lhe retira os mesmos malefícios, quando ingerido em demasia, do açúcar branco.

Alimentação sem sal e mitos desmontados pela ciência

Beber chá faz perder peso.

Seja preto ou verde, o chá é uma bebida que mais simpatia desperta naqueles que almejam perder peso. É verdade que algumas infusões têm componentes anti-oxidantes, mas em hipótese alguma nos faz perder peso. De nada adianta beber 4 litros de chá e continuar com a mesma vida sedentária e com alimentação não saudável. Pelo contrário, não devemos ultrapassar três xícaras de chá por dia. O abuso pode elevar a taquicardia e ainda pode ter efeito laxante.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.