ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 22º

Em Pauta

As revistas de fofocas científicas

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 30/07/2020 07:00
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Alguns brasileiros imaginam que as fofocas científicas surgiram com a covid-19. Em verdade, São muito antigas. As fofocas, o meio de transmissão de notícias infundadas mais veloz que sempre existiu, adquiriram ares respeitáveis com as primeiras "revistas científicas". O charlatanismo, tal agora, tinha nelas amplo espaço.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade



Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Época vitoriana.

Se pudéssemos viajar no tempo para Inglaterra da época vitoriana (1838-1901), nos assombraria encontrar surpreendentes revistas sensacionalistas dedicadas à ciência. Eram chamadas de "science gossip" (fofocas científicas). Nelas apareciam ilustrações para agradar a vontade e a curiosidade popular como um ser metade humano metade cachorro.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

As duas primeiras revistas de fofocas científicas.

As duas primeiras "science gossip" surgiram em ambos lados do Canal da Mancha. Na França, era o "Journal de Sçavans". Na Inglaterra, "Philosophical Transactions" vendia bons preceitos científicos misturados com fofocas. Foram as pioneiras das atuais "Nature" e "Science", as duas melhores e mais respeitadas revistas científicas do mundo. Nelas, Newton explicou que a luz era composta de cores elementares. O pai da microbiologia, Leeuwenhoek, detalhou naquelas revistas como via pequenos animais no microscópio que inventara. A Philosophical existe até nossos dias.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O cientista de sofá.

Muitas publicações nessas revistas eram feitas por cientistas amadores, como os atuais brasileiros. Aliás, o Brasil acaba de fundar uma nova categoria de cientistas: o de sofás. O cientista de sofá é o sucessor do técnico de futebol de sofá. Sabe tudo, entende de nada. Também temos o "médico observador", observa que se fizer alguma fofoca, ficará famoso e cobrará mais por suas "consultas". E como não poderia deixar de acontecer, surgem os vendedores de vitaminas. Vou vender água com açúcar. Tome plantando bananeira e cure a covid-19 em três segundos.