A notícia da terra a um clique de você.
 
17/11/2019 08:17

O que fazer com os idosos?

Mário Sérgio Lorenzetto
O que fazer com os idosos?

O status do idoso nas modernas sociedades ocidentais mudou drástica e paradoxalmente ao longo do último século. Ainda estamos aprendendo a lidar com os problemas resultantes da extensa velhice, uma zona de calamidade pública na vida moderna. De um lado, as pessoas vivem mais, os idosos desfrutam de melhor saúde física e o resto da sociedade tem mais condições de cuidar bem deles do que em qualquer época da história humana. Por outro lado, os idosos perderam a maior parte da utilidade tradicional que antes ofereciam à sociedade e frequentemente acabam em uma situação social mais desastrosa e lamentável.

O que fazer com os idosos?

Com quantos anos sou um idoso?

Nas sociedades ocidentais a idade em que um indivíduo vira um idoso varia entre 60 e 65 anos. Mas não existe uma definição universal da idade que alguém passa a ser idoso. Na Nova Guiné, poucos alcançam os 70 anos, alguém em seus 50 anos já é considerado um velho. Há uma informação interessante sobre esse país. Um garoto é designado para caminhar constantemente ao lado de alguém que tenha 50 ou mais anos e garantir que ele não sofra uma queda. Para os índios aches, que vivem na floresta do Paraguai, 50 anos também é a idade da velhice. Já para as aldeias !kung (escreve com o ponto de exclamação antes da palavra), da Namíbia, Botsuana e Angola, só aos 80 anos alguém passa à velhice.

O que fazer com os idosos?

Como explicar a ampla variação para a idade do idoso?

Parte da explicação diz respeito à maior ou menor utilidade dos idosos para a sociedade. Isso faz com que os mais jovens resolvam sustentar os mais velhos ou não. A outra parte da explicação envolve diferenças de valores culturais, como o respeito pelos idosos, o respeito à privacidade, a ênfase na família como indivíduo, e a autossuficiência. Esses valores definem se um velho é uma pessoa útil ou um fardo.

O que fazer com os idosos?

Mastigando comida para o pai.

Nas Ilhas Fíji, os velhos continuam a viver nas aldeias onde passaram suas vidas, cercado pelos parentes e amigos antigos. Via de regra, moram com os filhos, que cuidam deles a ponto de pré-mastigar e amaciar a comida para um pai ou uma mãe que não tenha dentes. Eles podem fabricar ferramentas, armas , cestas, potes, tecidos e ótimas zarabatanas.

O que fazer com os idosos?

Confúcio, italianos e mexicanos: pais juntos com os filhos.

Uma forma de respeito aos idosos especialmente forte é a doutrina da piedade associada a Confúcio, predominante na China, Japão e Coreia. De acordo com Confúcio, os filhos devem obediência aos pais. A desobediência e desrespeito são considerados desprezíveis. Concretamente, os filhos, especialmente o primogênito, têm o dever sagrado de sustentar os pais idosos. Quase todos os idosos chineses, e três quartos dos idosos japoneses, moram ou já moraram com seus filhos. Outra forma poderosa de respeito aos pais é praticada no sul da Itália e no México. A honra da família é crucial. O respeito aos pais é mais forte que as leis.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente
Busca

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.