A notícia da terra a um clique de você.
 
10/11/2017 11:40

Trânsito: tragédias anunciadas e eternas

Mário Sérgio Lorenzetto
Trânsito: tragédias anunciadas e eternas

A única certeza que temos é que mais hora, menos hora, ocorrerá novamente. Talvez mude de rua ou avenida, mas matará outra jovem que, possivelmente, temia um assalto e ultrapassou o sinal vermelho para encontrar outro jovem que a matou sem prestar socorro. Um futuro médico. Aquele que é obrigado a atender, eis a desumanidade personificada, a negação de um mínimo de educação para viver em sociedade. Esse o diferencial do próximo acidente de trânsito com morte.
Enquanto os bombeiros cortam pedaços de metal retorcido para retirar as pessoas do carro e as sirenes e as luzes das ambulâncias pedem passagem para algum hospital, enquanto as vítimas são acudidas pelos paramédicos e confortadas por estranhos, e quem está na região está no meio da avenida para ajudar a desviar o tráfego e sinalizar de alguma maneira o acidente à frente, enquanto os celulares de anônimos registram tudo e os repórteres começam a procurar as primeiras informações, a pergunta que ronda o cérebro de todos é a mesma: como isso aconteceu de novo? Quem o juiz julgará culpado desta vez? E, como costuma ocorrer em tragédias dessa dimensão, o punido até pode ser o futuro médico, mas as responsabilidades, certamente, são de muitos. A verdade é que Capo Grande têm um sistema ridículo de sinalização. Só há uma preocupação: instalar radares para angariar multas. Tente chegar a algum lugar seguindo as raras placas e você perceberá que rapidamente elas te abandonam no meio do caminho. Sinalização para auxiliar motorista é de dois tipos: inexistente ou ineficaz. Informação para motorista têm de ser redundante e prever todo e qualquer tipo de problema com muita antecedência. Começar "lá atrás" e não em cima da encrenca que a prefeitura montou quando criou ruas e avenidas. Tem de estar nas placas, no asfalto. Além disso, o poder público fiscaliza "feito o nariz", que não informa, que acha que segurança e uma questão individual, que acha que que nada fazer está de bom tamanho pois não decidirá a eleição...........Resta a pressa para a fábrica de multas. O maior charlatanismo instituído e tornado lei.

Trânsito: tragédias anunciadas e eternas

Os carros 5 estrelas em segurança.

Quando a segurança dos automóveis deixa de ser notícia pode ser bom sinal. É o que vem acontecendo com as avaliações do EuroNcap, o melhor sistema de testes de segurança do mundo que não têm similar no Brasil. Cada vez se tornam mais raros os modelos que não alcançam as estrelas necessárias para aprovação. A nova bateria de testes da entidade demonstra isso mesmo, não só todos os modelos procuram se aproximar das 5 estrelas, como aumentam a quantidade de carros que alcançaram a pontuação máxima. No Brasil há cinco modelos que obtiveram as cobiçadas 5 estrelas:

Trânsito: tragédias anunciadas e eternas
Trânsito: tragédias anunciadas e eternas
Trânsito: tragédias anunciadas e eternas
Trânsito: tragédias anunciadas e eternas
Trânsito: tragédias anunciadas e eternas
Trânsito: tragédias anunciadas e eternas

No tempo de Ford havia 2 mil fabricantes de automóveis.

Há, atualmente, dois tipos de empresas para onde acorrem elevados volumes de capital: startups e unicórnios. Estima-se que existam milhões de startups no mundo. Mas não mais de 200 unicórnios. São essas ultimas - empresas de crescimento exponencial, avaliadas em bilhões de dólares - que estão em melhor posição de conquistar, por muito tempo, algum sucesso: juntas, estão avaliadas em 556 bilhões de dólares. E receberam mais de US$100 bilhões em investimentos. Nessa altura, os gigantes da tecnologia, agora apelidados de GAFAA - Google, Apple, Facebook, Amazon e Aliababa. -, incorporaram as startups que de fato acrescentam valor. Há pouco espaço para elas. Pelo caminho serão destruídos quantidades colossais de investimentos nas atuais startups. Há cem anos, na altura em que Henry Ford iniciava a produção de automóveis em série, existiam nos Estados Unidos cerca de 2.000 fabricantes de automóveis. Mais de 99% deles viraram pó da história. São as eternas bolhas do capitalismo.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.