A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

19/10/2018 07:30

Casal vendia bombons em semáforo e hoje é dono de lojas de semijoias

Diego e Thays vendiam bombons para bancar casamento, mas deram tão certo nos negócios que investiram no varejo e atacado

Post Patrocinado
Após muita luta, sonho realizado. (Foto: Kleber Pereira)Após muita luta, sonho realizado. (Foto: Kleber Pereira)

Thays e Diego começaram vendendo bombons para bancar a festa de casamento. Lá atrás, só pensavam em uma noite dos sonhos. Mas deram tão certo nos negócios que resolveram continuar no comércio e, 4 anos depois, são proprietários de 2 lojas de bijuterias finas e semijoias, com vendas no varejo e atacado.

A história dos dois é inspiradora por vários motivos. Primeiro, porque o casal é do tipo que não baixa a cabeça para as dificuldades. Quando eles pensaram em juntar as escovas de dentes não aceitaram nada menos que uma festa à altura da felicidade dos dois.

“Eu trabalhava em um pet shop e ele era manobrista de um estacionamento. A gente nunca poderia casar se não tivesse outra fonte de renda. Por isso, fomos vender bombom depois do trabalho, de 18h até meia-noite”, lembra Thays.

O detalhe é que ambos nunca haviam produzido um docinho na vida. “Começamos do zero, sem medo nenhum. Acabamos com R$ 20 mil em 6 meses”, conta Diego, um jovem empreendedor de 27 anos, ao lado da esposa de 25.

 

Diego e Thays, 4 anos depois do casamento, como empresários. (Foto: Kísie Noã) Diego e Thays, 4 anos depois do casamento, como empresários. (Foto: Kísie Noã)

A experiência serviu para mostrar ao casal o talento para as vendas. Com R$ 5 mil alugaram 3 boxes na Feira Central e abriram a Dithas  Bijoux. “Como deu certo o bombom, pensei em continuar com algum produto de giro rápido e que agradasse as mulheres. Logo pensei em bijuterias e na sequência vieram as semijoias”, explica ela.

Em poucos meses, Diego pediu demissão para se dedicar completamente ao projeto e em seguida foi a vez de Thays deixar o pet shop. Agora, os dois se dedicam à Dithas Bijoux, na Feira Central, e à Dithas  Semijoias, no Jardim São Lourenço.

Como sabem muito bem o que é começar do zero, eles pensaram em uma relação mais justa com as clientes e, no atacado, quem é parceira da Dithas Semijoias garante até 100% de lucro na  venda das peças. "Começamos como revendedores e tinha meses que eu vendia R$ 10 mil mas não rendia quase nada. Por isso, decidimos apostar em uma forma diferente de tratar nossos parceiros. Diminuímos nossa margem de lucro para todo mundo ganhar junto", comenta Diego.

A qualidade é marca da empresa, que dá 1 ano de garantia nas semijoias e tem milhares de modelos à pronta entrega, em ródio negro, prata e ouro. São anéis, alianças, pulseiras de 10mm de ouro, brincos tendência como os de grandes cruzes, conjuntos cravejados de zircônias, colares de muitos tamanhos, além de réplicas de grandes joalherias, nunca vistas em Campo Grande.

São muitos modelos de colares e pingentes. (Foto: Kísie Noã)São muitos modelos de colares e pingentes. (Foto: Kísie Noã)

O brilho nos mostruários das lojas deixam evidente o cuidado na escolha das peças. “Não trabalhamos com folheados, só com semijoias mesmo. Nosso design também é diferenciado. Mas não abusamos dos valores. Há peças que na concorrência custam R$ 300,00 e aqui o cliente compra por R$ 120,00”, avisa Thays.

Há muitos modelos extravagantes, para quem busca uma produção mais glamourosa, mas também alguns que encantam pela delicadeza.

Os pingentes “perfumeiros”, por exemplo, são ricos em detalhes e fazem das miniaturas de vidros de perfumes pequenas obras de arte penduradas no pescoço. Os relicários também são incríveis, com espaço para colocar fotos. "É muito detalhista o trabalho dos nossos fornecedores. Os perfumeiros têm até tampinha que abre", conta Diego, encantado com a novidade que acaba de chegar à Dithas  Semijoias.

Mas apesar do alto padrão, os preços são super acessíveis. Há semijoias a partir de R$ 10,00 no atacado.

Um dos hits de vendas é a pulseira com a inscrição abençoada. (Foto: Kísie Noã)Um dos hits de vendas é a pulseira com a inscrição "abençoada". (Foto: Kísie Noã)

Para compram com preço de atacado, basta levar 10 peças. "O que é muito fácil por aqui. É só vir com as amigas que 10 peças saem rapidinho", comenta Thays.

E a loja ainda parcela no cartão de crédito, uma mãozinha para quem também quer mudar de vida como Thays e Diego. 

Eles afirmam que quem serve a Cristo não tem crise!!!

A Dithas  Bijoux funciona nos boxes 119 e 120 da Feira Central, de quarta a domingo.

Já a Dithas Semijoias fica no Jardim São Lourenço, na Rua João XIII, 44, ao lado dos Correios e abre de segunda a sábado, de 8h às 11h30 e de 13h às 17h30.

O número de Whatsapp para pedir imagens e valores de peças é (67) 99111-5721. Veja como chegar.

Veja a beleza das peças Dithas no Instagram e Facebook das lojas.

Peças são delicadas, como a que tem o pingente em forma de vidro de perfume (à direita). (Foto: Kísie Noã)Peças são delicadas, como a que tem o pingente em forma de vidro de perfume (à direita). (Foto: Kísie Noã)
imagem transparente
Busca

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.