A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

08/01/2019 07:00

Concluídos em 28 dias, implantes são um sucesso na Paiva Odontologia

Tecnologia internacional Straumann permite a instalação da coroa com menor tempo em relação aos implantes nacionais

Post Patrocinado
(Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)(Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)
Implantes dentários Straumann. (Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)Implantes dentários Straumann. (Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)

Implante finalizado com menor tempo, garantia internacional por um valor acessível? São vantagens que não têm preço! Em Campo Grande, essas facilidades estão disponíveis com a tecnologia dos implantes Straumann, na clínica Paiva Odontologia & Implantodontia.

A Dra. Janayna Paiva explica que os implantes dentários Straumann possibilitam a instalação da coroa dentária depois de apenas 28 dias da colocação do implante, diferentemente dos nacionais, em que é necessário esperar de 4 a 6 meses pela cicatrização do parafuso do implante no osso.

"O critério Straumann é biológico e não depende de um critério de travamento, como nos implantes nacionais. As células do osso se integram com a superfície do parafuso do implante, que tem um tratamento nanomolecular, garantindo uma compatibilidade perfeita com os tecidos”, esclarece a profissional.

Outro benefício é a garantia internacional que a marca oferece. Isso significa que se o paciente perder o implante em qualquer lugar do mundo, a empresa Straumann faz a substituição sem custo do implante*.

Mas apesar da alta tecnologia, reconhecida mundialmente, o valor torna o tratamento acessível. “É vantagem pagar um pouco mais que os implantes nacionais e ter o benefício da garantia internacional, da diminuição considerável do tempo para a instalação da coroa dentária, é claro, ter o melhor implante do mundo instalado na boca”, avalia a Dra. Janayna Paiva.

Dra. Janayna Paiva especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (CTBMF). (Foto : Paulo Francis)Dra. Janayna Paiva especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (CTBMF). (Foto : Paulo Francis)

Excelência em cirurgias do siso - A Dra. Janayna é especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (CTBMF). Com 14 anos de experiência, ela garante a remoção do dente siso com uma média em 13 minutos, mesmo aqueles retidos (inclusos e/ou impactados) que normalmente são complicados de extrair. Seus pacientes fãs do Facebook admitem isso, confira na página.

“É importante fazermos um alerta para a população, os dentes do siso devem ser removidos em jovens e adultos jovens, ou seja, a partir de 16 anos deve-se procurar um especialista em cirurgia bucomaxilofacial para avaliação da necessidade da extração dos sisos, e não se deve ultrapassar os 25 anos para a sua remoção. Os sisos podem causar infecções (pericoronarites), podem prejudicar os dentes que estão ao seu lado (causar reabsorções dentárias), contribuir para doenças das gengivas (gengivites e periodontites), mau-hálito e, ainda, situações mais graves, pois podem causar cistos e tumores de grandes proporções nos ossos da mandíbula e maxila”, explica Janayna Paiva.

Posição dos sisos e danos que causam dentro do osso. (Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)Posição dos sisos e danos que causam dentro do osso. (Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)

“Quando realizamos extração dos sisos em pacientes jovens é tudo mais fácil, tanto para o paciente quanto para os profissionais, os dentes do siso não estão tão colados ao osso (pois, possuem ligamento periodontal espesso) e também não estão em íntima relação com estruturas nobres, tais como: vasos, nervos e cavidades ósseas, causando menor índice de complicações pós-operatórias. - Sempre brinco com os pacientes acima 30 anos, digo a eles que já são idosos para extração dos seus sisos, porque estes dentes se tornam mais presos aos ossos da face à medida que ganhamos idade, mas mesmo assim realizamos a extração uma vez que haja indicação”, completa a profissional.

Inclusive, o objeto de seu estudo do mestrado e doutorado foram nesta área, o que lhe conferiu o título de Doutora em Ciências da Saúde, com ênfase em Terapêutica Medicamentosa em CTBMF pela FAMED (Faculdade de Medicina) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Janayna Paiva ainda é preceptora das Residências em CTBMF e Odontologia Hospitalar no Hospital Universitário da UFMS (HUMAP-EBSERH).

“Cirurgia do siso para mim é uma rotina diária, faço muito rápido, consigo controlar de forma eficaz o medo e a dor dos pacientes, além de todo tratamento humanizado e individualizado, tratando a todos com muito carinho, afeição e respeito, não somente eu, mas também toda a minha equipe. Sou doutora e preceptora nesta área cirúrgica e consigo oferecer uma odontologia de padrão internacional, por meio de técnicas e terapêuticas adequadas”, garante ela.

Controle da ansiedade, medo e dor – A terapêutica medicamentosa empregada na clínica diminui muito aquele desconforto que todos normalmente sentem na cadeira dos dentistas: a ansiedade, a dor e o medo. Dra. Janayna Paiva explica que a sedação consciente mínima, administrada por via oral antes dos procedimentos, garante um estado de relaxamento e sonolência, no qual o paciente mesmo sem dormir, se torna colaborativo, relaxado e calmo, para a realização de qualquer que seja a cirurgia na boca (biópsias, remoção de cistos e tumores benignos, enxertos ósseos e gengivais, cirurgias das gengivas, cirurgias ósseas dos maxilares, extrações dentárias e cirurgias de implantes), sem aquele estresse que a maioria dos pacientes sentem na cadeira dos dentistas, principalmente diante de procedimentos cirúrgicos.

Saiba mais sobre os trabalhos dela e sobre a clínica no Facebook, Instagram e site.

A Paiva Odontologia & Implantodontia fica na Rua Mar das Caraíbas, número 08, Chácara Cachoeira. Para entrar em contato via WhatsApp pelos números (67) 99237-8651/99201-0974. O telefone da clínica é (67) 3015-0301.

Veja como chegar.

Rua Mar das Caraíbas, número 08, Chácara Cachoeira. (Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)Rua Mar das Caraíbas, número 08, Chácara Cachoeira. (Foto: Divulgação/ Paiva Odontologia)


*se assim for comprovado a empresa fornece outro implante sem a coroa dentária, os honorários profissionais não são cobertos pela empresa, há que ter a comprovação que não houve trauma oclusal sobre a coroa dentária ou doenças periimplantares (em torno do implante) por má-higiene do paciente.

imagem transparente
Busca

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.