ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 24º

Direto das Ruas

Advogado atira contra manifestantes, tenta furar bloqueio e é preso pela PRF

Grupo estava conversando com policiais rodoviários federais quando homem avançou e efetuou três disparos

Ana Paula Chuva | 31/10/2022 13:49


Advogado identificado como Bhenhur Rodrigo Bresciani foi preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) no início da tarde desta segunda-feira (31), após tentar furar um bloqueio na BR-060, perto do posto Martinelli, em Sidrolândia, a 71 km de Campo Grande. Ele chegou a atirar contra os manifestantes.

Vídeo enviado ao Campo Grande News mostra o momento em que agentes da PRF conversam com os manifestantes e o veículo Hyundai, aparentemente um HB20 prata, avança contra o grupo. Algumas pessoas se afastam e então são ouvidos barulhos de três disparos de arma de fogo. Com isso, manifestantes e policiais correm e a gravação termina com alguém dizendo “deita, deita, deita”.

Outro vídeo encaminhado pelo Direto das Ruas mostra já o condutor do veículo sendo preso pelos policiais. Alguns manifestantes gritam e assistem o homem sendo retirado do veículo. Um policial avisa que ele está sendo levado para a delegacia e pede que o grupo se acalme.

Uma mulher, que também estava no carro, aparece em seguida discutindo com os manifestantes e grita “aqui é democracia, a gente quer passar e vocês não deixam. A gente tem compromisso”. A gravação termina com o grupo aplaudindo e dizendo “prender, prender, prender. É para prender os dois”.

“Estamos em duas alas reunidas aqui. Temos produtores rurais e caminhoneiros. A princípio ninguém se feriu, foi só o susto. Nós estamos aqui porque não aceitamos o resultado das eleições, não é pelo que o candidato é, mas pelo o que ele fez. Não queremos ele no nosso governo”, disse caminhoneiro de 46 anos, que prefere não se identificar.

Em depoimento ao site Rota News, Bhenhur declara que o grupo quer prejudicar a direita e que foi atacado pelos manifestantes. “Estava me deslocando para Campo Grande porque tenho uma reunião importante e pedi para passar, por favor, mas eles me impediram. Eu disse que ia passar, avancei e começaram a atacar coisas no meu carro. Tentaram investir contra minha integridade física”, disse o advogado.

No relato ele afirma ainda que atirou para cima para repelir uma agressão injusta e sabe seus direitos. “Não vou aceitar ser subjugado por essas pessoas que estão aqui parados na BR atrapalhando as pessoas que são de bem, que estão trabalhando. Sou de direita, não de esquerda. Não concordo com isso. Se precisar brigar, vamos brigar, mas dentro da legalidade e com respeito. Mas não vou abaixar minha cabeça, fui atacado e agi em legitima defesa”, afirmou.

O Campo Grande News procurou a PRF para confirmar a situação e aguarda o retorno.

Direto das Ruas - A imagem chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias