A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/10/2015 21:20

Calçada vira estacionamento no São Francisco e revolta moradora

Raiza Calixto
A empresária já teve prejuízo superior a mil reais para arrumar a calçada.(Foto:Direto das Ruas)A empresária já teve prejuízo superior a mil reais para arrumar a calçada.(Foto:Direto das Ruas)

Indignada com a falta de respeito de condutores de automóveis que estacionam os veículos em cima da calçada na Rua Alegrete, no bairro São Francisco, a empresária Marta Maciel, encaminhou a denúncia para o Campo Grande News através do WhatsApp pelo canal Direto das Ruas.

A empresária conta que os condutores utilizam a calçada dela para estacionar os veiculos na calçada ao lado que fica em frente de uma casa abandonada, “ O problema não é o pessoal estacionar os carros na calçada do vizinho, e sim usar a minha calçada, quebra-la para ter acesso a calçada ao lado”, reclamou.

De acordo com Marta, ela já gastou em média R$1,500 reais para arrumar a calçada, “Eu acho um absurdo, uma falta de respeito, já gastei bastante pra arrumar essa calçada para esses motoristas continuarem quebrando, fico muito triste”, desabafou.

Conforme o código brasileiro de trânsito, estacionar veiculos em cima de calçada, é inflação grave e implica em multa de R$127,69 e cinco pontos na carteira nacional de habilitação, além de remoção do veículo.

Denuncias como essa podem ser registradas na Agetran(Agência Municipal de Transporte e Trânsito)pelo telefone: 3314-3390 e por e-mail, agetran@agetran.capital.ms.gov.br.

Direto das Ruas- Pelos canais de interação entre a redação e o leitor, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598 ou então pelo e-mail redacao@news.com.br.



Fico indignada com essa falta de civilidade tb. Marta, pq vc não coloca alguma barreira entre a sua calçada e a do vizinho? Como aqueles pequenos postes de metal, baixos. Lembre-se apenas de não interromper a passagem de deficientes visuais e deixá-los a uma distância mínima um do outro para que passe um cadeirante. Aí quero ver vc gastar de novo p arrumar calçada... Já que o poder público não atua, nós precisamos ser criativos.
 
Ari em 08/10/2015 07:25:12
“ O problema não é o pessoal estacionar os carros na calçada do vizinho, e sim usar a minha calçada". O problema é sim estacionar os carros nas calçadas, atrapalhando a circulação dos pedestres e sem citar na "INFRAÇÃO" de trânsito. Um antigo problema de cultura. Como sempre pensamos somente no nosso umbigo.
 
Peixe em 08/10/2015 07:13:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions