ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Direto das Ruas

Recém-nascido morre e família denuncia falta de leito em UTI

Durante a gravidez foi constatado que o bebê tinha uma malformação grave no pulmão e nos rins

Por Viviane Oliveira | 18/06/2024 11:10
Fachada do Hospital Universitário de Campo Grande (Foto: arquivo/Campo Grande News)
Fachada do Hospital Universitário de Campo Grande (Foto: arquivo/Campo Grande News)

Criança recém-nascida morreu na noite de ontem (17) aguardando leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Humap-UFMS (Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Segundo a família, durante a gravidez foi constatado que o bebê tinha uma malformação grave no pulmão e nos rins e depois do nascimento teria que ir direto para a UTI. A irmã da mãe reclama que mesmo sabendo da situação não reservaram o leito.

“A médica marcou o parto para ontem. A criança nasceu e ficou agonizando por falta de oxigênio. Morreu aguardando vaga enquanto era pleiteada na Justiça”, disse a advogada que foi acionada pela família para ajudar. O caso será encaminhado para o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). “Omissão é crime”, destacou. Abalados, os familiares não quiseram ser identificados na reportagem.

Por meio de nota, o Humap-UFMS/Ebserh informou ser referência para gestações de alto risco e que forneceu assistência necessária ao atendimento da paciente e do bebê. Ainda segundo o texto, atualmente todo o Mato Grosso do Sul encontra-se em situação de falta de leitos de terapia intensiva neonatal.

“No caso de pacientes recém-nascidos, existem doenças que são incompatíveis com a vida, gerando grande sofrimento para as famílias no momento em que a morte deste bebê ocorre. Com relação à paciente citada, o Humap forneceu todas as ações de assistência em saúde necessárias ao seu atendimento. Lamentamos a perda e somos solidários à família nesse momento de dor”.

Direto das ruas - A sugestão chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal. Receba as principais notícias pelo celular.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias