ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 18º

Direto das Ruas

Vazamento de esgoto é rotina, critica morador do Aero Rancho

Aposentado conta que basta chover para o bueiro começar a vazar novamente

Geniffer Rafaela | 19/04/2023 17:05


Com vazamento que vem e volta há mais de um ano, morador reclama de esgoto que invade comércios no Bairro Aero Rancho. Segundo o aposentado, toda vez que o problema volta a acontecer, as ruas são tomadas por fezes e outros dejetos. Essa situação vem acontecendo na Rua Canutama, em Campo Grande.

Apesar de morar a 200 metros de onde aconteceu o vazamento, Antônio Joaquim, de 62 anos, conta como os transtornos causados pela situação têm o alcançado. “O meu amigo tem um comércio bem em frente ao vazamento e além do fedor insuportável, toda vez que algum carro passa por ali, joga aquela água suja para dentro da loja dele”, explica.

O empresário Claudemir Gamino, de 58 anos, relata que durante os dias que dura o vazamento precisa trabalhar com as portas fechadas, pois quando os carros passam jogam a água de esgoto para dentro de sua tapeçaria. “Eu já tive que refazer o serviço porque sujou tudo, tive que tirar, higienizar, porque eu não vou entregar o móvel sujo para o cliente”, disse.

Perdendo clientes por conta do vazamento em frente ao seu comércio, Claudemir diz que sente o desejo de entrar com ação de indenização contra a concessionária responsável pela rede de água e esgoto.

Amigo do empresário, Antônio conta que sua suspeita é de que a tubulação dessa área seja pequena, e por isso o problema se tornou rotina de quem mora na região. “Quando isso acontece, a Águas dá uma prazo de 72h para arrumar. Eles vêm aqui e fazem a limpeza, mas é só chover forte de novo que volta a vazar”, contou.

Próximo do vazamento, outro bueiro está com a tampa quebrada (Foto: Direto das Ruas)
Próximo do vazamento, outro bueiro está com a tampa quebrada (Foto: Direto das Ruas)

Outra reclamação de Antônio é em relação a outro bueiro que fica na mesma rua. Dessa vez, o problema não é vazamento, mas uma tampa quebrada. O aposentado diz que há mais de três meses a tampa quebrou e apesar de ter solicitado a manutenção, até o momento nada foi feito.

Ao Campo Grande News, a empresa Águas Guariroba informou que irá enviar uma equipe para verificar se a tampa quebrada pertence à rede de esgoto ou se é pluvial, pois as redes pluviais são de responsabilidade da prefeitura. Também será enviada uma equipe que fará a limpeza e desinfecção da rede de esgoto.

Ainda foi explicado pela concessionária que extravasamentos ocorrem por mau uso da rede ou por lançamento irregular das residências e comércios. Segundo a empresa, isso piora, principalmente, por conta do grande volume de água da chuva.

Foi esclarecido também que a rede de esgoto sanitário não é dimensionada para receber a drenagem dos imóveis.

Direto das Ruas - A reclamação chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.  

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias