A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

02/12/2019 11:36

“Resolva Já” 2019 oferece até 90% de desconto em dívidas de água e luz

Resolução evita conflitos judiciais e está aberto no Cijus das 8h às 11h, parceria entre CDL, Procon e Judiciário

Izabela Sanchez
Clientes esperam ser chamados na sala do Cijus para conciliarem as dívidas (Foto: Izabela Sanchez)Clientes esperam ser chamados na sala do Cijus para "conciliarem" as dívidas (Foto: Izabela Sanchez)

CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e Nupemec (Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos) lançaram, nesta segunda-feira (2), a edição 2019 do “Resolva Já”.

O programa para resolver dívidas no Cijus (Centro Integrado de Justiça) é mais uma opção de Refis – como são popularmente conhecidos esses programas – para que consumidores resolvam pendências que acabam por virar bolas de neves judiciais.

O Resolva Já funciona no térreo do Cijus, por meio de senha, das 8h às 11h, com equipe de prontidão específica para o programa, com apoio jurídico da CDL, e supervisão do Procon. Dívidas com Banco do Brasil, Santander, Caixa Econômica Federal e com as concessionária de água e luz, Águas Guariroba e Energisa podem ser resolvidas.

Há todo tipo de possibilidade, desde desconto no valor que pode chegar até 90%, até quebra de juros, parcelamento e quebra de multa contratual.

Da esquerda para direita: Adelaido Vila, presidente da CDL, Marcelo Salomão, superintendente do Procon e o assessor jurídico da CDL (Foto: Izabela Sanchez)Da esquerda para direita: Adelaido Vila, presidente da CDL, Marcelo Salomão, superintendente do Procon e o assessor jurídico da CDL (Foto: Izabela Sanchez)

Presidente da CDL, Adelaido Vila afirma que a expectativa é atender, dia, até 1500 pessoas. Do total de dívidas, destacou, 58% são junto aos bancos, famosos pelos juros exaustivos. “São 48h para poder estar com o nome limpo”, prometeu. Segundo o dirigente, a maior parcela das dívidas são de água e energia elétrica.

“É muito significativo, CDL, Procon e TJ, a gente pretende devolver a dignidade do consumidor e melhorar a condição de retorno ao mercado em torno de 10%”, disse o presidente. Adelaido defende que o método alivia o desgaste e até os gastos com processos judiciais.

Atendentes do Resolva Já no Cijus (Foto: Izabela Sanchez)Atendentes do Resolva Já no Cijus (Foto: Izabela Sanchez)

Segundo o superintendente do Procon, Marcelo Salomão, as possibilidades incluem até correção monetária. “A primeira coisa que falamos na primeira reunião [sobre o Resolva Já]é que não pode ter o mesmo valor da agência. O que for feito aqui tem que ser diferenciado”, comentou.

O grande vilão, adiantam, sem surpresa, é o cartão de crédito. “Por conta dos juros rotativos”, comenta Salomão.

Assessora técnica do Nupemec, Andreia de Lima Duca Bobadilha afirma que o programa cumpre o que pede o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) sobre resolver conflitos de forma “pré-judicial”. “Estamos eliminando a burocracia. Hoje o caminho é a conciliação”, avaliou. “Para casa pessoa no Brasil há 3 processos”, afirma.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions