ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 21º

Economia

50 mil pessoas deixam de pagar água por 3 meses

Sanesul ainda fica proibida de cortar fornecimento em 68 municípios

Por Jones Mário | 23/03/2020 12:00
Beneficiados pela tarifa social não pagarão conta de água por 90 dias (Foto: Divulgação)
Beneficiados pela tarifa social não pagarão conta de água por 90 dias (Foto: Divulgação)


O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou a suspensão, por 90 dias, da obrigatoriedade no pagamento das contas de água para aproximadamente 50 mil pessoas beneficiadas pela tarifa social da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul). A medida vale para os 68 municípios atendidos pela empresa pública no Estado, que também fica proibida de fazer o corte no fornecimento de água por três meses.

O anúncio foi feito durante entrevista de Reinaldo à TV Morena. Segundo ele, demais casos de possível “perdão” à falta de pagamento serão analisados individualmente pela Sanesul, adiantou o governador.

Em Campo Grande, onde a concessionária Águas Guariroba opera a distribuição de água e tratamento de esgoto, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) já havia determinado a suspensão do corte de fornecimento de água por 60 dias.

A medida antecipa impactos na economia domiciliar, provocados por outras iniciativas como fechamento de comércio, férias coletivas e isolamento social, tomadas para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Luz - Ainda em entrevista, o tucano disse que espera resolução da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), prevista para amanhã (24), para ordenar possíveis isenções na tarifa de luz ou proibição de corte por Energisa e Elektro, responsáveis pela distribuição em Mato Grosso do Sul.

Casos - Segundo última atualização da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Mato Grosso do Sul tem 21 casos confirmados de novo coronavírus. A pasta monitora outras 50 ocorrências suspeitas. O número de notificações é de 272.