ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  28    CAMPO GRANDE 17º

Economia

Abate de ovinos no Estado tem crescimento de 183% no primeiro trimestre

De janeiro a março deste ano, 1.240 animais foram abatidos em Mato Grosso do Sul, segundo ministério

Por Gabriel Neris | 23/05/2020 16:50
MS tem o 10º maior rebanhos de ovinos (Foto: Famasul/Divulgação)
MS tem o 10º maior rebanhos de ovinos (Foto: Famasul/Divulgação)

O volume de abates de ovinos em Mato Grosso do Sul aumentou 183% no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS).

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aponta que, de janeiro a março deste ano, 1.240 ovinos foram abatidos, enquanto que, no mesmo período do ano passado, o total chegou a 438 abates.

O técnico Juliano Bastos, da Ateg-MS (Assistência Técnica e Gerencial), avalia que o aumento é resultado da criação considerada mais profissional.

“Os produtores de ovinos estão procurando mais conhecimento e, com isso, aumentando a produtividade de seus negócios”, diz. “A produção mais profissional oferece um produto de mais qualidade que, aliada ao trabalho de divulgação sobre os benefícios para a saúde provenientes da proteína de ovinos, fez com que os números crescessem de forma exponencial”, detalha.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Mato Grosso do Sul ocupa a 10ª posição entre os maiores rebanhos de ovinos e também é o 4º maior produtor de lã do Brasil.