A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/06/2015 17:35

ALL justifica fim da ferrovia e firma pacto com Azambuja por melhorias

Priscilla Peres
Reinaldo Azambuja e Julio Fontana. (Foto: Divulgação/Governo MS)Reinaldo Azambuja e Julio Fontana. (Foto: Divulgação/Governo MS)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) se reuniu hoje com o presidente da Rumo ALL, Julio Fontana, empresa responsável por administrar a ferrovia que passa por Mato Grosso do Sul. A reunião aconteceu em São Paulo, contou com a presença de secretários de Estado e discutiu investimentos no Estado.

De acordo com informações do governo, foi firmado um Pacto pelo Desenvolvimento da rede ferroviária, no qual a empresa se comprometeu a fazer investimentos nas ferrovias do estado. Para que isso se concretize, será formado um grupo de trabalho interdisciplinar que vai elaborar um plano de viabilidade para o desenvolvimento do modal.

Há um mês, o sindicato dos ferroviários da linha Bauru-Corumbá denunciaram que a Rumo ALL estava desativando as atividades no estado. Nesse tempo, foi interrompido o transporte de combustível pela ferrovia, o que acarreta no aumento mensal de 6 mil caminhões nas rodovias.

Em um mês a empresa demitiu 120 funcionários, remanejou outros e o abandono de suas atividades é nítido. Diante disso, é fato concluir que a denúncia se concretizou e que a ferrovia foi desativada em MS. Para a retomada, são necessários investimentos na malha ferroviária.

Sem dar explicações durante todo o período das denúncias, hoje a Rumo ALL se manifestou sobre o assunto dizendo, que a via não oferece condições mínimas de segurança e por isso o transporte de combustível foi suspenso. Entretanto, não mencionou sobre investimentos para resolver a questão.

Pacto - Segundo o governo do Estado, na presença do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, ficou acertado que será feita uma avaliação das melhores alternativas sociais e econômicas para a manutenção e possível ampliação da malha.

“O Governo do Estado vai liderar uma força-tarefa entre setores da iniciativa privada para otimizar investimentos no Mato Grosso do Sul. Vamos trabalhar duro para realizar a vocação do Estado de ser um importante polo de logística do país”, disse Azambuja.

O grupo interdisciplinar terá 60 dias para apresentar suas propostas em um “master plan logístico” para o Estado de Mato Grosso do Sul, atendendo as demandas de curto a longo prazo.

Para o presidente da empresa a reunião foi um avanço na direção de um cenário positivo e promissor. “Vamos estudar todas as possibilidades para aumentar o volume de carga ferroviária na região, desenvolvendo as potencialidades do Estado”, disse.

Próxima - Reinaldo já agendou para o próximo dia 22 outra reunião entre os oito deputados federais, três senadores sul-mato-grossenses e Julio Fontana. “Vou convidar a bancada federal, provavelmente no próximo dia 22 de junho, para um encontro com o presidente da Rumo ALL, para que eles também apresentem aos deputados e senadores o pacto discutido hoje”, finalizou o governador.



O CAMPO GRANDE NEWS PODE VERIFICAR COM O GOVERNO SE O MESMO PODE ASSUMIR ESSA MALHA FERROVIARIA E COM ISSO PODE ATENDER A POPULAÇÃO DO MS E AINDA ARRECADAR PARA OS COFRES COM FRETE E ASSIM NÃO SUFOCAREMOS A RODOVIA PANTANEIRA E NEM O ECO SISTEMA DESSA REGIÃO, E A PONTE NÃO VAI SUPORTAR TANTA CARGA DE MINÉRIO COM FREQUÊNCIA.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 11/06/2015 23:06:39
Parabéns governador, depois da hidrovia a ferrovia é o transporte mais barato que existe, quanto mais investir em ferrovia, melhor para a industria de MS.
 
wild em 11/06/2015 22:11:10
Saio pelado na Av. Afonso Pena se em um ano a Rumo ALL apresentar alguma solução efetiva para o transporte ferroviário em MS. É tudo blábláblá de políticos e empresários inescrupulosos. O Hospital do Trauma faz mais de 15 anos que está parado e até hoje não tem nem perspectiva de inauguração. Entra governo, sai governo e tudo continua como" dantes no quartel de Abrantes". Ou seja, nadica de nada...A população que se dane!
 
Barbarossa em 11/06/2015 19:27:13
É o que podemos chamar de verdadeira enganação.
A ALL usou, abusou, lucrou e sucateou a ferrovia sem nunca ter desembolsado um tostão furado.
Agora simplesmente faz as malas e vai embora e ainda vem com conversa fiada.
E pra piorar, o nosso governador vai até São Paulo pra ouvir um blá, blá, blá.
Se liga governador.
 
Critico em 11/06/2015 18:04:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions