ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 18º

Economia

Alta da carne leva Campo Grande a 2ª maior inflação do País

Tomate (5,49%), sal e condimentos (4,03%), frango (3,63%) e a cebola (3,55%) também pesaram

Por Gabriel Neris | 11/05/2021 11:16
Consumidores observam peça de carne em açougue da Capital (Foto: Kísie Ainoã)
Consumidores observam peça de carne em açougue da Capital (Foto: Kísie Ainoã)

Campo Grande acumulou nos últimos 12 meses inflação de 9,22%, o segundo maior índice entre as capitais brasileiras, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), puxada pela alta no preço da carne.

A capital sul-mato-grossense ficou abaixo apenas de Rio Branco, que apresentou o maior índice para o período (10,04%).

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de abril foi de 0,46%, 0,50% abaixo de março, e acima dos 0,31% do índice nacional. O índice acumula alta de 2,90% no ano.

IPCA de maio em Campo Grande (Arte: Reprodução/IBGE)
IPCA de maio em Campo Grande (Arte: Reprodução/IBGE)

Segundo o IBGE, dentre os nove grupos pesquisados, oito apresentaram alta. Alimentação e bebidas tiveram alta de 1,22%, impulsionada pelo aumento no preço da carne (4,12%), que em 12 meses subiu 34,52%.

Tomate (5,49%), sal e condimentos (4,03%), frango (3,63%) e a cebola (3,55%) também pesaram no bolso do campo-grandense.

A única queda registrada foi do grupo despesas pessoais (-0,07%), puxada pelo recuo no preço da bicicleta (-3,17%), hospedagem (-2,78%) e pacote turístico (-2,76%).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário