ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 33º

Economia

ANTT reajusta valor do frete para transporte rodoviário de carga em até 14%

Variação de 11% a 14% depende de tipo de carga, número de eixos, distância do deslocamento, entre outros

Estadão e Agência Brasil | 19/03/2022 19:10
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou neste sábado, 19, a nova tabela com os valores atualizados dos pisos mínimos do frete de transporte rodoviário de cargas.

A alíquota aplicada gerou uma variação de 11% a 14%, conforme os parâmetros envolvidos, como tipo de carga, número de eixos do veículo, distância do deslocamento e as particularidades da operação, que também são consideradas no custo do frete.

Com o reajuste do frete, o motorista de um veículo de dois eixos que transporta carga frigorífica passará a desembolsar R$ 3,51 por quilômetro rodado.

O mesmo motorista pagaria um frete de R$ 3,56 por quilômetro com carga perigosa a granel líquido, além de uma taxa de R$ 364,71 para carga e descarga.

Os detalhamentos podem ser conferidos aqui, em publicação extra do Diário Oficial da União.

Cabe à ANTT elaborar a metodologia a ser aplicada no cálculo da tabela com os pisos mínimos de fretes referentes ao quilômetro rodado na realização de frete, por eixo carregado, para diferentes tipos de carga (geral, a granel, frigorificada, perigosa e neogranel).

A legislação que estabeleceu a tabela de piso mínimo de frete rodoviário determina ainda que esta seja atualizada semestralmente até os dias 20 de janeiro e 20 de julho de cada ano, ou sempre que houver oscilação superior a 10% no preço do óleo diesel.Campo Grande News - Conteúdo de VerdadeCampo Grande News - Conteúdo de Verdade

Nos siga no Google Notícias