A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/12/2016 13:33

Apesar da crise, comércio abre até mais tarde para aumentar vendas de Natal

Até quarta, lojas de Dourados funcionam até 20h e na sexta-feira iniciam horário de fim de ano, abrindo até 22h

De Dourados
Centro comercial de Dourados, que tem horário diferenciado em dezembro (Foto: Divulgação)Centro comercial de Dourados, que tem horário diferenciado em dezembro (Foto: Divulgação)

As lojas do centro comercial de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, já estão em horário especial de funcionamento, na expectativa de atrair clientes e aumentar as vendas para o Natal. Até quarta-feira (7), o comércio vai funcionar até às 20h.

Na quinta-feira as lojas não abrem porque é feriado municipal (padroeira do município) e de sexta-feira em diante, até o dia 23, o funcionamento vai até 22h. Nos domingos (11 e 18) o funcionamento será das 10h às 19h.

No dia 20 de dezembro, aniversário de 81 anos da cidade, o comércio vaia abrir das 10h às 19h. Do dia 24 em diante o funcionamento volta a ser até às 18h.

Conforme o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista), as lojas do shopping também terão horário especial durante o mês. No feriado de quinta-feira o funcionamento será das 10h às 22h. No domingo, dia 18, será das 13h às 21h.

Nos dias 22 e 23 o shopping de Dourados funciona das 10h às 23h. Na véspera do Natal e véspera do Ano Novo as lojas e praça de alimentação funcionam das 10h às 18h.

Vendas - Mesmo com a economia do país em crise, o consumidor douradense deve gastar mais nas compras de Natal deste ano, segundo a pesquisa da Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul), divulgada no mês passado.

As compras de Natal devem injetar R$ 15 milhões nas lojas, montante 60% superior aos R$ 9,3 milhões apontados na pesquisa do ano passado.

O valor médio do presente também deve ser maior. Enquanto em 2015 os consumidores esperavam gastar em média R$ 125 para presentear no Natal, neste ano o gasto médio com cada presente deve ser de R$ 235.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions