A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/12/2013 18:08

Arrecadação da Receita Federal em MS cresce 10% em novembro

Bruno Chaves

A arrecadação da Receita Federal em Mato Grosso do Sul, no mês de novembro de 2013, teve crescimento nominal de 10,02% quando comparada ao mesmo mês do ano anterior. O valor administrado no Estado foi de R$ 462,2 milhões. Em 2012, as receitas ficaram em R$ 420,1 milhões.

Segundo a assessoria de imprensa do órgão, a arrecadação fazendária alcançou o valor de R$ 251,8 milhões com acréscimo de R$ 23,7 milhões em relação a novembro/2012, representando um crescimento nominal de 10,42 %.

Já no que diz respeito a arrecadação de receitas previdenciárias, o incremento foi de 9,54%. Esse tipo de arrecadação somou R$ 210,3 milhões com um aumento nominal de R$ 18,3 milhões em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Os setores econômicos que apresentaram incremento positivo da arrecadação de novembro em Mato Grosso do Sul foram: administração pública e defesa e seguridade social, com R$ 5,3 milhões; extração de minerais metálicos, com R$ 5 milhões; captação, tratamento e distribuição de água, com R$ 3 milhões; comércio varejista, com R$ 2,9 milhões; e educação, com R$ 2,7 milhões.

Os principais tributos e contribuições que apresentaram crescimento na arrecadação do Estado no mesmo mês foram: pagamento unificado, com R$ 7,1 milhões; contribuição de previdência de órgãos do poder público - CNPJ, com R$ 6,2 milhões; IRRF - Rendimento do Trabalho, com R$ 4 milhões; IRPJ - Não Obrigadas à Apuração Lucro Real, com R$ 3,6 milhões; IRPF - Carnê-Leão e Ganhos de Capital, com R$ 3,2 milhões; CPSSS - Contribuição para o Plano de Seguridade Social Servidor Público, com R$ 3 milhões; IRPJ - Demais Obrigadas à Apuração Lucro Real, com R$ 2,7 milhões; CSLL - Demais Empresas, com R$ 2,4 milhões; IRPF – Carnê - Leão e Ganhos de Capital, com R$ 1,8 milhão; e Contribuição Previdenciária Retenção sobre NF - CNPJ – Prestação de Serviços, com R$ 1,7 milhão.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


Ah mas só vai subir mesmo! Documentos legais, comprovando despesas médicas são glosados, simplesmente porque "podem ser falsificados", como se este fosse o grande problema do Brasil! E o tratamento ao contribuinte então? A gente é tratada como se fosse bandida, enquanto os verdadeiros bandidos estão por aí, rindo da cara de quem trabalha honestamente e nem tem como sonegar os impostos porque já vêm descontados em folha.
É revoltante!
 
Maria Rosa Burzynski em 20/12/2013 20:23:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions