A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

24/02/2017 13:52

Associação de cartórios rebate críticas e defende valores de taxas

Priscilla Peres

A Federação das Indústrias de MS e a Associação que representa os cartórios entraram em um impasse sobre o preço das taxas cartoriais, e a necessidade de uma revisão.

Hoje, a Fiems declarou por meio da imprensa, que o Estado vive uma era de contratos de gaveta devido aos altos custos das taxas. Par ao presidente Sergio Longen, muitas pessoas deixam de registrar imóveis em razão.

Ele ainda afirma, na nota, que os custos das taxas estaduais são 4.216% mais caros na comparação com outros estados. Os números, segundo a Fiems, são de um levantamento realizado pelo setor produtivo sul-mato-grossense.

Porém, a Anoreg (Associação dos Notários e Registradores de MS) rebate as críticas. Também em nota, afirma que as comparações são equivocadas e que não foi chamada para participar das discussões do setor produtivo sobre o assunto.

"As informações que vêm sendo divulgadas são parciais e tecnicamente frágeis para sustentar a campanha desenvolvida pela Fiems e outras entidades", diz a nota do presidente da Anoreg, Juan Pablo Gossweiler.

Na nota ele compara números apresentados pela federação e os valores reais. Diz ainda que diversas custas são menores em Mato Grosso do Sul do que no vizinho São Paulo, onde o cancelamento de uma hipoteca cedular pode custar até R$ 12 mil e aqui no MS custa apenas R$ 59,40.

Um protesto fica em São Paulo R$ 1,397 mil contra R$ 450 no nosso Estado. O registro de um penhor agrícola que em MS é de R$ 155,25, pode chegar a R$ 43.515,62 em SP.

Em relação a Mato Grosso, há também aqui custas mais baixas, como é o caso de um testamento público que pode custar até R$ 3,4 mil em MT e no MS o máximo é R$ 799. A averbação de construção que aqui custa R$ 59,40, em MT pode chegar até a R$ 1.038,70. O registro de uma cédula pignoratícia custa R$ 155,25 no MS contra até 1.154,20 no MT.

BNDES lança canal online para pequenas e médias empresas solicitarem crédito
Os micro, pequenos e médios empresários contam, a partir de hoje (26), com um canal que permite, de forma ágil, realizar a solicitação de crédito dir...
Conselho revoga incentivo fiscal concedido à empresa de Campo Grande
O Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) revogou os benefícios que haviam sido concedidos à empresa Marfi Oeste Comércio de Artigo...
Temer sanciona lei que permite descontos para compras feitas em dinheiro
O presidente Michel Temer sancionou a lei que possibilita descontos para os consumidores caso o pagamento seja feito em espécie, e não em cartão de c...



Realmente os serviços prestados pelos cartórios são absurdos de caros, no final de de 2014 tive que financiar uma casa pois eu estava sem moradia, eu tive que pagar para escriturar a casa no meu nome um pouco mais de 10.000,00 reais com o ITBI acabou saindo por 14.000,00 reais. Agora eu faço uma pergunto qual é a mão de obra que um cartório tem para me cobrar tão caro assim de uma escritura, e qual o retorno que eu tenho disso? É por isso que a maioria povo não regulamenta seus imóveis pois as taxas cobradas pelos cartórios são absurdas, alguém tem que tomar uma providência com respeito a isso, eu sou contra esses preços exorbitantes cobrados pelos cartórios.
 
Roberto Lima Lima em 24/02/2017 14:51:26
Tive esta mesma sensação quando precisei de alguns serviços cartorários ao registrar a compra de um imóvel no final de 2015. Simplesmente um fatiamento dos trabalhos onde cada um arranca o máximo que puder do cliente. Simplesmente não existe concorrência pois é tudo combinado e dividido entre as famílias. Outro exemplo, precisei de umas segundas vias de Certidão de Nascimento, pasmem, em Campo Grande, MS, R$ 69,00... isso mesmo... R$ 69,00 fora os centavos... Pedi uma de Jandira-SP, paguei R$ 24,00 + pouco mais de R$ 6,00 para o envio por carta registrada. Então... Procede e muito a nota da FIEMS!
 
ClaudineiCruz em 24/02/2017 14:22:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions