ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 16º

Economia

Auxílio para conta de luz será cortado se beneficiário não se recadastrar

Prazo limite é 10 de maio; programa atende famílias de baixa renda, custeando a tarifa

Por Maristela Brunetto | 01/03/2024 15:53
Programa paga a conta de luz de famílias de baixa renda e inclui aquelas com doentes que utilizam aparelhos de uso contínuo (Foto: Arquivo)
Programa paga a conta de luz de famílias de baixa renda e inclui aquelas com doentes que utilizam aparelhos de uso contínuo (Foto: Arquivo)

As pessoas que recebem auxílio do Governo do Estado para o pagamento da conta de luz devem fazer o recadastramento dos dados, sob risco de terem o benefício cortado. O prazo limite para a atualização das informações é 10 de maio, pelo site da Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos).

No final de 2023, os deputados estaduais aprovaram lei prorrogando o programa, criado em 2021, na época da pandemia da covid 19, de março deste ano até o final de 2026. O perfil do público alvo do programa Energia Social: Conta de Luz Zero também mudou, reduzindo de renda de três para dois salários mínimos, com consumo de até 220 KW e incluindo famílias com pessoa doente que faça uso contínuo de aparelho, quando o consumo deve ser de até 530 KW.

Para atualizar as informações, as pessoas precisam enviar uma fatura, foto e documentos pessoais. O programa atende 154 mil famílias. O recurso não é repassado a elas, mas diretamente à concessionária de energia.

Caso tenham dificuldades com o acesso ao site para o recadastramento, a Sead mantém telefones para auxiliar os beneficiários- 67 3318-3600 e WhatsApp 67 3318-3700.

Nos siga no Google Notícias