A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/05/2010 15:44

Bancos cortam empréstimos a empresas em lista suja

Redação

Os bancos públicos brasileiros vão usar mecanismos contra empresas que estão na lista suja do trabalho escravo, elaborada pelo Ministério do Trabalho. Com as medidas, as instituições esperam evitar o acesso a linhas de crédito até que esses empresários resolvam pendências jurídicas.

De janeiro a novembro do ano passado a Superintendência Federal do Trabalho multou empresas de Mato Grosso do Sul em R$ 11,3 milhões, conforme relatório do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

Um dado positivo é que a taxa de regularização dos estabelecimentos fiscalizados é de 89,6% em Mato Grosso do Sul, acima da taxa nacional, de 81,57%.

O montante das multas aplicadas no último ano foi 63% maior que o acumulado de janeiro a novembro de 2008, embora o número de empresas fiscalizadas seja menor.

Segundo o diretor jurídico do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Luiz Ferreira, desde 2005, a política de empréstimo da instituição veta o acesso a empresas que estão na lista suja. "Há também uma preocupação de que, antes de dar o crédito, a empresa tem que mostrar que não tem nenhuma ação de trabalho escravo, nem de assédio, entre outras.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions