A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

04/08/2017 12:47

Batata fica 23% mais barata e preço da Cesta Básica cai em julho

Priscilla Peres
A batata ficou 23,08% mais barata em julho. (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)A batata ficou 23,08% mais barata em julho. (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

Em julho, a Cesta Básica de Campo Grande somou R$ 382,17, mas ficou 1,17% mais barata. Pesquisa do Dieese/MS publicada hoje (04), mostra que apenas dois dos 13 itens avaliados seguraram o preço dos produtos, sendo o tomate e a manteiga.

Só a batata ficou 23,08% mais barata em julho, ajudando a derrubar para baixo o preço da cesta. A queda só não foi maior, por que no mês passado o tomate ficou 15,84% mais caro e a manteiga, 6,43%.

De acordo com o Dieese, a manteiga e o tomate ficaram mais caros na maioria dos estados em julho. O primeiro devido a falta de creme de leite e o segundo em consequência das mudanças climáticas nas últimas semanas.

Mas, além da batata, em julho outros 10 itens ficaram mais baratos, sendo feijão (-9,15%), banana (-6,93%), açúcar (-6,49%), arroz (-3,62%), leite (-2,63%), farinha (-2,83%), óleo (-1,04%), café (-0,35%), carne (-0,60%) e pão (-0,10%).

O Dieese também pesquisa o valor da Cesta Básica familiar, suficiente para atender quatro pessoas. Essa fechou o mês custando R$ 1.146,51, total de R$ 13,53 mais barato do que em junho. O montante também é menor que os R$ 1.291,11 que os itens custavam no ano passado.

O salário mínimo estimado para que o brasileiro viva tranquilamente foi estimado pelo Dieese em R$ 3.810,36, o que seria quatro vezes maior que o mínimo em vigência, de R$ 937.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions