A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/05/2011 20:21

Cadastro de bons pagadores vai “baratear” preço para consumidor

Paula Maciulevicius

Clientes inclusos no Cadastro Positivo vão comprar com até 30% a menos de juros, explica CDL

Na hora de pagar, a consulta não vai ser pelo nome “sujo” , mas pelo Cadastro Positivo de compradores. (Foto: Arquivo) Na hora de pagar, a consulta não vai ser pelo nome “sujo” , mas pelo Cadastro Positivo de compradores. (Foto: Arquivo)

Comprar pagando menos é o desejo de todo consumidor e para os “bons” pagadores isso pode ser realidade já nos próximos dias. As compras a crédito podem ter até 30% de redução nos juros para aqueles que não têm problema de inadimplência.

A boa notícia tanto para consumidores como comerciantes, vem do projeto de lei aprovado no Senado nesta tarde, que cria o cadastro de bons pagadores, o chamado Cadastro Positivo.

Ele poderá ser consultado para movimentações financeiras de cartão de crédito, banco, comércio em geral, tudo de transação comercial, até água, luz, telefone e fornecimento de gás. A ideia é que o consumidor que paga contas em dia tenha acesso a taxa de juros mais baixos e diminuir a inadimplência.

Se antes os bons consumidores “pagavam” pelos inadimplentes, o projeto traz uma condição diferenciada para a pessoa que paga certo. Segundo o presidente da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) e comerciante Ricardo Kuninari, o valor reduzido nas taxas de juros vai depender de cada empresa, mas a redução pode ser de até 30%.

Comércio vai poder consultar nome de “bons” pagadores e consumidor vai sair ganhando. (Foto: Arquivo)Comércio vai poder consultar nome de “bons” pagadores e consumidor vai sair ganhando. (Foto: Arquivo)

“A redução fica em aberto, mas é certo que é um bom ganho para consumidores. A redução que podemos ter fica entre 20 e 30 % para os que pagam em dia”, revela.

A repercussão no comércio é vista como positiva. Hoje a única coisa que os comerciantes podem saber é se o nome do cliente está “sujo” ou não. Para o gerente do SPC (Serviço de Proteção do Crédito), Valdineir Ciro de Souza, não ter o histórico do consumidor afeta os próprios compradores que acabam pagando da mesma forma que aquele que tem restrições no comércio.

“Com nome sujo ou não, os consumidores tem que se sujeitar ao que o fornecedor impõe. Porque o comércio embute nas taxas de juros a possibilidade de inadimplência”, explica Ciro.

A partir de sancionado, o cadastro vai informar o comportamento e as compras pagas pelo consumidor ao longo dos anos.

“Cria-se um consumidor livre da diferença de juros, de acordo com o comportamento da pessoa. Essa é a grande mudança do comércio com a lei, é o consumidor vendo que o juros dele não pode ser igual àquele que tem dificuldade e atrasou”, ressalta.

O funcionamento vai depender da normatização imposta pelo governo. O SPC aguarda a regulamentação para implementar o cadastro positivo. Segundo Ciro, a dúvida é quanto à definição de limites a ser respeitado na situação.

O cadastro deve ser sancionado pela Presidência da República, em 15 dias, para a alegria dos “bons” compradores.



Otimo,nada mais que justo.
 
Reinaldo Costa em 20/05/2011 03:28:22
Até que enfim um direito para quem é direito.
 
Marcelo Assis Lemos em 19/05/2011 11:03:43
O cadastro de bons pagadores é bem-intencionado. Tem o objetivo de premiar quem paga suas contas em dia.

Mas este mesmo cadastro terá um problema: quem não estiver nele, mesmo que também tenha suas contas em dia, poderá ser considerado (implicitamente) um mau pagador. A instituição de um cadastro como este abre um precedente perigoso, e poderá taxar como maus pagadores, os consumidores que não estiverem no cadastro. Seria uma forma de SPC/Serasa ao contrário.

Aliás, quem administrará esse novo cadastro será a Serasa. Não vai mudar nada.

Prefiro deixar do jeito que está. Se eu estiver fora do Serasa e do SPC, é sinal que eu serei um bom pagador, não é? Se não fosse, estaria lá.
 
Eduardo Vieira em 19/05/2011 10:51:20
Em meio a tantos escandalos vemos uma noticia positiva vindo do senado, isso tem que ser reconhecido, gostei, ja não gostava de pagar nada com atraso agora tenho mais um incentivo pra ter minhas contas em dia.
 
Oswaldo Benites em 19/05/2011 09:13:54
Excelente noticia. Em muitos países é crime, podendo até ir para cadeia, os caloteiros. Deveria crime no Brasil também. As pessoas tem que ter reponsabilidade.
 
JOSÉ PEREIRA FILHO em 18/05/2011 11:14:24
e uma das melhores medidas para o comercio e para os bons pagadores vai trazer um resutado muito grande, pois niguem vai querer seu nome fora dessa lista assim diminuido os maus pagadores fico muito grato por essa lei obrigado.
 
jose nilson fernandes em 18/05/2011 08:56:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions