A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

12/09/2019 20:04

Calor impõe alerta para cliente não levar susto com faturas de água e luz

As duas concessionárias dos serviços de abastecimento apontam aumento atípico neste fim de verão

Marta Ferreira
Mangueira ligada sem necessidade é um dos riscos de ampliar conta de água, alerta concessionária. (Foto: Kísie Ainoã)Mangueira ligada sem necessidade é um dos riscos de ampliar conta de água, alerta concessionária. (Foto: Kísie Ainoã)

Água e energia são duas contas que pesam no orçamento de todo mundo. Neste fim de inverno, então, o risco de surpresa quando as faturas chegarem impõe sinal de alerta, em razão do clima quente e seco além do normal e seu consequente aumento de consumo. O alerta vem justamente de quem cobra pelos serviços. Em Campo Grande, a Águas Guariroba estima em até 15% o aumento do gasto de energia neste mês de setembro, enquanto a Energisa, responsável pelo abastecimento de luz elétrica na maior parte de Mato Grosso do Sul, informa crescimento de 11% na demanda.

No abastecimento de água, o aumento do gasto, além da previsão de conta mais alta, já implicou em racionamento. Por dia, em média 40 bairros estão ficando períodos sem fornecimento de água.

A empresa concessionária afirma que, com temperaturas 5 graus acima da média por período de cinco dias consecutivos, Campo Grande registra recordes no consumo de água diário pela população. “Nos primeiros dias de setembro deste ano, o campo-grandense consumiu 20 milhões de litros de água a mais por dia, se compararmos com o mesmo período do ano anterior”, afirma a empresa.

“Estamos com todas as equipes fazendo um trabalho emergencial em termos de reforço no abastecimento, ações de contingenciamento e soluções para aumento da produção de água, porém algumas regiões podem ficar desabastecidas neste período mais crítico”, tranquilza o diretor executivo da Águas Guariroba, Celso Paschoal.

Helier alerta sobre hábitos de consumo, que podem ampliar conta de energia sem perceber. (Foto: Divulgação)Helier alerta sobre hábitos de consumo, que podem ampliar conta de energia "sem perceber". (Foto: Divulgação)

Alerta antecipado – A Energisa, que todos os anos faz campanha quando chega a época mais quente, para alertar sobre a necessidade de consumo racional, este ano vai antecipar a iniciativa. A publicidade começará já na semana que vem, antes mesmo do fim do inverno.

O gerente comercial da Energisa no Estado, Helier Fioravante, afirmou ao Campo Grande News que em 2019 a situação está atípica e por isso a antecipação. De acordo com ele, os primeiros dias de setembro, na comparação com o mesmo período do ano passado, indicam elevação do consumo em 11%. Quando a comparação é com agosto, a ampliação do gasto pelas famílias e empresas persiste, em 5%.

Para complicar um pouco mais, o sistema de energia está em "bandeira vermelha", ou seja, a cada 100 kilowats consumidos, a conta aumenta R$ 4.

O impacto na fatura de cada cliente com a demanda maior é variável, observa Fioravante. “Vai depender dos hábitos de consumo de cada um. O consumidor, se não tiver uma diferença de comportamento, ele vai sentir na fatura”, declara. Fioravante cita a possibilidade de fatura até 20% mais alta, se não houver cuidado com o consumo.

Dicas - O grande responsável costuma ser o ar-condicionado e o chuveiro para quem não abre mão do banho quente mesmo em dias calorentos. Para os aparelhos de resfriamento do ambiente, a orientação é investir nos que tem consumo eficiente, que precisam de menos força elétrica para operar e, também, evitar deixar portas e janelas abertas, para não exigir mais do equipamento.

Quando ao chuveiro, o gerente comercial da Energisa alerta que o ideal é deixa-lo na posição neutra, ou seja, a água na temperatura ambiente. “No mínimo, mudar da posição de inverno para a de verão”, explica. Segundo ele, só essa mudança já significa uma economia de 20%.
Atitudes que podem passar despercebidas também são perigo de susto com o boleto, entre elas abrir e fechar toda hora a geladeira, ou lavar mais vezes aquela calça preferida, em razão do tempo mais quente.

Ainda em relação à geladeira, Fioravante faz outras recomendações. “O consumidor deve evitar de colocar alimentos quentes, lotar demais o equipamento, tampando saídas de ar, por exemplo”.
Outro “dica-chave”, aponta, é não usar a parte detrás da geladeira para secar roupa ou outras peças, no caso das mais antigas, onde ainda há grades. “Além de aumentar o consumo, há risco de pegar fogo”, diz.

A Energisa afirma que em relação ao abastecimento, as fontes de energia não apresentaram problemas.

Serviço - A concessionária de energia afirma que, em caso de problemas, o consumidor deve procurar os canais de atendimento. O call center é no o800 722 7272. A empresa tem, ainda, um serviço de atendimento pelo Whatsapp, o “Gisa”, no número 67 9980-0698. Existe, também, a opção de baixar o aplicativo da Energisa.

A Águas Guariroba atende os clientes pelos seguintes canais: call center, no 0800 642 0115 ou 115; Whatsapp Águas Guariroba no número (67) 99123 0008, pela página do Facebook.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions