ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Economia

Campanha Nome Limpo espera negociar R$ 3 milhões em Campo Grande

Evento para negociação de dívidas começa na segunda-feira (6) e vai até dia 10 de dezembro

Por Ana Paula Chuva | 03/12/2021 12:49
Consumidores durante negociação de débitos na campanha. (Foto: ACICG | Divulgação)
Consumidores durante negociação de débitos na campanha. (Foto: ACICG | Divulgação)

As negociações da Campanha Nome Limpo em Campo Grande começam já na próxima segunda-feira (6). Para este ano, a ACICG (Associação Comercial e Industrial) espera negociar cerca de R$ 3 milhões em dívidas. Este ano, a campanha começou no dia 3 de novembro de forma escalonada, entre as 12 cidades participantes e encerra no dia 10 dezembro na Capital.

São cinco empresas participando das negociações com consumidores inadimplentes nos ramos de cosméticos, educação, confecção, funerário e a concessionária Energisa, que atenderá a população na sede da Associação.

Os consumidores interessados em negociar suas dívidas com a concessionária devem comparecer das 8h às 17h no prédio que fica na Rua 15 de Novembro, 390. O atendimento será por ordem de chegada com distribuição de senhas.

Já as outras empresas participantes, Pax Real do Brasil, Insted, Eros confecções e R.A Cosméticos atenderão exclusivamente online, através de audiências virtuais de conciliação previamente agendadas pela ACICG. Foram mais de mil consumidores convidados para a negociação.

“A partir das informações fornecidas por esses empreendimentos que optaram pela modalidade, convidamos os consumidores inadimplentes via e-mail, telefone, SMS e por carta para negociarem suas dúvidas na campanha. Essas empresas contarão com o apoio de um conciliador capacitado pelo Tribunal de Justiça, que irá conduzir as audiências por videoconferência”, explica a coordenadora da Nome Limpo, Paola Nogueira.

Todas as empresas foram orientadas a oferecerem condição facilitada para a quitação de débito como redução de juros e de multas, além de parcelamento prolongado. A expectativa é negociar R$ 3 milhões este ano e para o presidente da associação, Renato Paniago, a campanha é mais uma oportunidade para auxiliar empresas e consumidores na negociação e fortalecer a economia local.

 “As negociações realizadas possibilitam às empresas o recebimento e regularização dos créditos perdidos, a reativação de clientes antigos e, ainda, contribuem para o aquecimento do mercado para as compras de Natal, fazendo com que o dinheiro volte a circular na economia", disse.

Além da Capital, Amambai, Dourados, Três Lagoas, Camapuã, Naviraí, Sidrolândia, Itaporã, São Gabriel do Oeste, Maracaju, Ponta Porã, Nova Andradina também participaram da ação.

Em 2020, a campanha recuperou mais de R$ 3 milhões em Campo Grande. Ao longo de suas 15 edições na Capital, foram mais de R$ 303 milhões devolvidos para as empresas participantes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário