A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

09/12/2013 08:55

Campo-grandense compra de leque a choppeira para enfrentar calor

Mariana Lopes
Na loja Outlet, muitos produtos do estoque acabaram por causa do aumento das vendas (Foto: João Garrigó)Na loja Outlet, muitos produtos do estoque acabaram por causa do aumento das vendas (Foto: João Garrigó)

Antes mesmo de o Verão chegar, os campo-grandenses já enfrentam uma onda de calor. Na maioria dos dias, a temperatura registrada passa dos 35ºC. Para dar jeito no clima quente, as pessoas buscam alternativas das mais variadas. De leque a ar condicionado, vale tudo na hora de se refrescar.

Desde outubro, as vendas de ventiladores aumentaram aproximadamente 70% nas lojas de eletrodomésticos. Segundo o gerente da City Lar, Ricardo Padilha, o consumidor não está se prendendo tanto ao preço, quer mesmo é saber de qualidade e do aparelho que trará melhor ventilação.

O produto que mais saí na loja é o ventilador da Arno ME40, que custa, em média, R$ 189, à vista. O mais em conta, da mesma marca, pode ser encontrado por R$ 99.

Entre os aparelhos de ar condicionado, o gerente da City Lar afirma que não os modelos de janela estão com os preços melhores e que a diferença no consumo entre um split não é muita grande.

“Na semana retrasada fizemos uma promoção e vendemos 580 aparelhos de ar condicionado em uma hora e meia”, conta Ricardo.

Venda de ventiladores aumentou 70% desde outubro, segundo gerente da City Lar (Foto: João Garrigó)Venda de ventiladores aumentou 70% desde outubro, segundo gerente da City Lar (Foto: João Garrigó)

Outra opção que também agrada ao consumidor é o climatizador, que custa, em média, R$ 269, e a potência de ventilação é maior. A cada 10 ventiladores, são vendidos 5 climatizadores, segundo o gerente.

Na loja Outlet Future Tech, localizada na Avenida Eduardo Elias Zahran, sobraram no estoque apenas os ventiladores grandes, que custam R$ 119. Entre os aparelhos de ar condicionado, os de modelo split também acabaram e restaram apenas os de janela, pelo preço de R$ 1.099, da Consul.

Mas o produto que disparou nas vendas quando começou o calor intenso em Campo Grande, segundo o gerente da outlet, Thiago Rieger, foram as choppeiras. As torres de 2,5 litros custam 239,90, enquanto a máquina, que é embutida ao barril, o valor é de R$ 1.499.

“Um chopp bem gelado também é uma forma de refrescar e o consumidor tem procurado bastante”, comenta Thiago.

Improviso - Mas para quem precisa enfrentar o calor diariamente, seja nas ruas ou no trabalho, o jeito é improvisar com aparelhos alternativos. Para a comerciante Marisa Fonseca, 54 anos, um ventiladorzinho portátil foi a saída para pelo menos amenizar as altas temperaturas.

Comerciante improvisou ventiladorzinho em balcão do caixa para aguentar os dias quentes (Foto: João Garrigó)Comerciante improvisou ventiladorzinho em balcão do caixa para aguentar os dias quentes (Foto: João Garrigó)

Ela comprou o aparelho no Atacadão, por R$ 38,90, e colocou no balcão da loja dela, onde passa o dia inteiro no caixa.

“Achei a ideia legal e, apesar de ser pequeno, ajuda a refrescar. Muitos clientes já me perguntaram onde comprei para comprar também”, conta Marisa.

Outra alternativa portátil e que também ajuda a espantar o calor é o leque, embora a opção seja mais para as mulheres. Na loja Bom Dia Importados, na Avenida Calógeras, os modelos de plástico estão R$ 3, enquanto os de madeira custam apenas R$ 1.

Segundo uma das vendedoras da loja, são vendidas aproximadamente 10 unidades por dia.

Nas ruas – Pelas ruas do Centro da Capital o cuidado é redobrado nesta época do ano. As pessoas se preocupam mais com a exposição ao sol e as sombrinhas ganham a função de proteger a pele.

Os casos mais comuns de serem vistos são mães que usam o acessório para proteger os filhos do calor ou idosos. Mas, hoje em dia, não é raro de encontrar jovens que também aderiram à sombrinha.

Contudo, o protetor solar ainda é o método mais utilizado pelas pessoas para proteger a pele. Na farmácia Ultrapopular, o produto mais em conta custa R$ 19,90, que é o protetor da marca Cenoura e Bronze, com fator 30.

Para mulheres, o leque é uma alternativa portátil para amenizar o calor (Foto: João Garrigó)Para mulheres, o leque é uma alternativa portátil para amenizar o calor (Foto: João Garrigó)
Nas ruas, mães usam sombrinha para proteger os filhos do sol (Foto: João Garrigó)Nas ruas, mães usam sombrinha para proteger os filhos do sol (Foto: João Garrigó)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions