A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/12/2016 14:38

Cesta básica fica R$ 10 mais barata com queda no preço do tomate e feijão

Elci Holsback
Tomate registrou queda de quase 18% no valor em outubro (Foto: Arquivo CG News)Tomate registrou queda de quase 18% no valor em outubro (Foto: Arquivo CG News)

O valor da cesta básica registrou queda de 2,46% em Campo Grande em novembro, período em que o conjunto de alimentos somou R$ 425,78 ao campo-grandense, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (6), pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Das 27 capitais pesquisadas,  25 registraram deflação na cesta básica em novembro. Comparado a outubro, o consumidor da Capital desembolsou R$ 10,73 a menos, do que os R$ 436,51 cobrados pela cesta básica em novembro.

Entre os itens, a retração mais expressiva foi a do tomate (-17,92%), seguido pelo feijão (-15,08), manteiga (-5,48), leite (-5,36) e batata (1,56%).  Entre os produtos que registraram alta na Capital estão o açúcar (+4,91%), o arroz (+3,44%), o pão (+2,31%) e o óleo (+2,04%).

Ainda de acordo com a pesquisa do Dieese, entre os valores monetários da cesta no Centro-Oeste, Campo Grande se manteve como a segunda mais acessível, ficando atrás apenas de Cuiabá, onde a retração foi de 4,68%. 

O acumulado entre janeiro e novembro apontou  alta em todas as capitais. Campo Grande registrou 9,60% de inflação no período. As elevações mais expressivas ocorreram em Maceió (22,95%), Rio Branco (22,44%), Aracaju (20,53%) e Fortaleza (18,62%).

Os menores aumentos ocorreram em Recife (5,76%), Manaus (7,18%), Curitiba (7,55%) e São Paulo (7,72%).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions