A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/03/2011 15:30

Cesta básica tem alta e já mostra impacto das chuvas nos preços

Marta Ferreira
Tomate teve alta de 22% do mês passado para cá e chuva é uma das responsáveis. (Foto: João Garrigó)Tomate teve alta de 22% do mês passado para cá e chuva é uma das responsáveis. (Foto: João Garrigó)

A cesta básica para uma pessoa teve alta de 2,92% em fevereiro em relação ao mês anterior, segundo levantamento divulgado hoje pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia. A pesquisa aponta custo de R$ 247,81, enquanto em janeiro esse valor foi de R$ 240,78.

Os dados já mostram impacto das chuvas constantes deste mês nos preços. Dos 15 produtos que compõe a cesta básica, seis tiveram a alta, com destaque para o tomate, com aumento de 22,11, e o alface, com alta de 13,97%.

Entre os produtos que acusaram queda de preço, se destacam a batata (8,38%) e o feijão, 8,26%. A carne, que vinha acumulando altas, também teve redução de preços, de 0,55%.

A pesquisa constatou no mês em questão que o trabalhador que recebe um salário mínimo de R$ 540,00 comprometeu 45,89% do seu salário em fevereiro/11 para aquisição da cesta alimentar individual.

Família-O custo da cesta básica recomendada para uma família de cinco pessoas ficou, em fevereiro, no valor de R$ 1.060,79, 0,83% a mais do que no mês de janeiro.

Neste caso, a cesta considera 44 produtos, desde alimentos até produtos de limpeza. Dentre esses, 21 apresentaram alta, oito apresentaram queda de preço, e 15 produtos mantiveram seu preço inalterado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions