A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/01/2015 21:31

Com dívida de R$ 73 milhões, rede São Bento pede recuperação judicial

Priscilla Peres
São Bento é a maior rede de farmácias do Estado. (Foto: Divulgação São Bento)São Bento é a maior rede de farmácias do Estado. (Foto: Divulgação São Bento)

A drogaria São Bento, com mais de 66 anos de atuação em Mato Grosso do Sul, pediu recuperação judicial devido a uma crise financeira e por não conseguir renegociar uma divida de R$ 73 milhões com bancos. A maior rede de farmácias do estado possui mais de 1,2 mil funcionários atualmente.

A concorrência de grandes redes de farmácias que se instalaram na Capital nos últimos anos aliada a crise financeira da empresa fizeram com que a família Buainain, proprietária da São Bento, pedisse ajuda judicial para recuperar as finanças da rede. Atualmente, são quase 100 lojas em municípios de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

A recuperação judicial é um recurso legal que o empresário tem antes de pedir falência, o que seria a “última chance” que a Justiça concede as empresas que querem se recuperar financeiramente. De acordo com o assessor jurídico, Euclides Ribeiro, da ERS advocacia, a partir de agora a empresa tem 180 dias para negociar com os bancos.

Euclides explica que demissões não estão previstas e que a intenção do grupo é de se recuperar e ampliar a marca. A rede São Bento tem faturamento anual de R$ 180 milhões e atribui a recuperação judicial as altas taxas de juros praticadas pelos bancos.

De acordo com a Lei Federal 11.101/2005, a recuperação judicial tem como objetivo permitir que a empresa supere a situação de crise econômico-financeira, buscando evitar a falência. Porém, nesse processo a empresa precisa cumprir religiosamente com suas dívidas, sem atrasar os pagamentos.

O Campo Grande News entrou em contato com o presidente da rede São Bento, Luis Fernando Buainain, que confirmou a situação mas não quis se manifestar sobre o assunto.

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions