A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

25/03/2019 15:41

Com mudanças, campanha de vacinação contra aftosa será realizada em maio

Vacina passará a ser bivalente dentro de plano que pretende conferir ao país, até 2023, status de área livre da doença sem vacinação ao Brasil

Humberto Marques
Chiochetta explica que alteração na vacina integra trabalho para tornar o país área livre de aftosa sem a imunização. (Foto: Divulgação)Chiochetta explica que alteração na vacina integra trabalho para tornar o país área livre de aftosa sem a imunização. (Foto: Divulgação)

O diretor-presidente da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Luciano Chiochetta, confirmou nesta segunda-feira (25) que a próxima campanha estadual de vacinação contra a febre aftosa será realizada entre 1º e 31 de maio. Os pecuaristas, porém, devem estar atentos para algumas mudanças importantes que ocorrerão nesta etapa, que vai abranger todo o rebanho bovino e bubalino do Estado e que visa, até 2021, tornar o Estado área livre sem vacinação.

Chiochetta explicou, via assessoria, que haverá alteração na composição da vacina, que deixará de ser trivalente (para os vírus A, O e C) para ser bivalente (A e O) e na dosagem da mesma, que passará de 5 ml para 2 ml. A medida segue o Plano Estratégico 2017/2026 do PNEFA (Plano Nacional de Febre Aftosa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da instrução normativa 11/2018.

Produtores e revendas agropecuárias deverão observar as mudanças no ato de aquisição e aplicação das doses. A mudança na imunização visa a retirar a imunização contra a aftosa a partir de 2021 e, desta forma, conferir ao país status de área livre da doença sem vacinação até 2023.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions