A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Novembro de 2018

21/07/2017 09:27

Com plantações afetadas pela geada, abobrinha fica 16% mais cara

Ricardo Campos Jr.
Quilo da abobrinha passou de R$ 3 para R$ 3,50 (Foto: Marina Pacheco)Quilo da abobrinha passou de R$ 3 para R$ 3,50 (Foto: Marina Pacheco)
Plantação inteira de abobrinha congelada em Jaraguari (Foto: arquivo pessoal)Plantação inteira de abobrinha congelada em Jaraguari (Foto: arquivo pessoal)

A geada que atingiu Mato Grosso do Sul no decorrer da semana refletiu no aumento de até 16% em alguns hortifrútis vendidos na Ceasa (Central de Abastecimento) de Campo Grande. Muitos produtores perderam hectares inteiros de hortas e com menos produtos no mercado, os preços tendem a subir.

O item mais afetado foi a abobrinha, cujo quilo subiu de R$ 3 para R$ 3,50, o que representa um acréscimo de 16,67% em relação ao último levantamento feito na terça-feira.

Entre as cidades onde esse produto é plantado está Jaraguari. Em reportagem publicada na quarta-feira (19), o Campo Grande News mostrou uma propriedade onde um lote inteiro de abobrinha ficou completamente congelado.

Plantações de quiabo também foram afetadas pelo frio e o produto também teve aumento de 16,67% na Ceasa, passando de R$ 4 para R$ 4,67. Outro item que ficou mais caro por conta da mudança no tempo foi a batata, que ficou 8,33% mais cara em razão da geada, segundo informações da Divisão de Mercado do local.

Outros produtos também tiveram acréscimo, mas não relacionado ao frio. O abacate, por exemplo, ficou 14,29% mais caro, com o quilo passando de R$ 3,50 para R$ 4. A mandioquinha passou de R$ 9 para R$ 22, o que representa um aumento de 33,33%.

Já a manga foi outra fruta que pesará no bolso do consumidor. O quilo do produto passou de R$ 5 para R$ 5,83, um incremento de 16,67%.

Em contrapartida, ficaram mais baratos a banana-prata (de R$ 3,04 para R$ 2,61); o cará (de R$ 3,50 para R$ 3); o inhame (de R$ 3,50 para R$ 3). Todas as variações representam queda de 14,29%.

A lista completa com todos os produtos vendidos pelo Ceasa e os respectivos aumentos ou reduções nos preços pode ser encontrada no site da central. O levantamento é atualizado às terças e sextas feiras, que são os dias em que os vendedores renovam os estoques ao receber novos lotes de produtos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions