A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/07/2011 12:59

Deputados questionam nome de fórum que dá incentivos fiscais

Ítalo Milhomem

Os deputados petistas, Pedro Kemp e Paulo Duarte questionaram a proposta da emenda constitucional enviada pelo Poder Executivo, que altera o nome do Conselho Diliberativo (Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado) para Fórum Deliberativo do MS-Forte Indústria.

O motivo seria, que o slogan do programa do governador André Puccinelli, “MS Forte” seria integrado a constituição.

“É um nome de um programa de governo, e não deve entrar na constituição estadual. O governo passa, a constituição fica”, argumentou Kemp.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Júnior Mochi (PMBD) concordou com a argumentação dos deputados petistas e deverá pedir a retirada do slogan do governo estadual no nome do fórum.

“A reivindicação feita pelos deputados é cabível e devemos alterar isto no projeto. Como o nome do projeto era MS Forte – Indústria, o nome foi repetido para o fórum”, comentou Mochi. O projeto deve ser votado na sessão da Assembleia nesta quinta-feira (14).

Enersul - Os deputados petistas também devem questionar a permuta e indenização que podem ser pagas pelo governo para Enersul (Empresa de Energia de Mato Grosso do Sul). A proposta foi enviada ontem (12) pelo Executivo e foi aprovada em primeira votação nesta quarta-feira.

Pelo projeto, o governo permutaria bens e imóveis com a concessionária para ela assumir a rede de eletrificação estadual em áreas urbanas e rurais no Estado.

A Enersul alegou que toparia a permuta desde que o Estado assumisse parte dos valores dos serviços prestados por uma empresa especializada para avaliar as redes eletrificadas do Estado, cujo o valor foi de R$ 124.916,25 mais R$ 29.866,99, que seria o valor a ser devolvido pelo Estado mesmo a permuta de da área da Enersul.

Os deputados pediram mais esclarecimentos sobre o projeto para apreciarem em segunda votação amanhã (14).

“Sempre que houve projetos de lei com permutas com Enersul, era pau a pau. Agora o Estado ainda tem que devolver recursos?” questionado Duarte.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions