ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 24º

Economia

Destinos turísticos de Mato Grosso do Sul se recuperam após baixa na pandemia

Bonito foi a cidade mais procurada por turistas nos feriados de Páscoa e Tiradentes

Aline dos Santos | 07/05/2022 13:26
Balneário de Bonito, destino turístico a 297 km de Campo Grande. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito)
Balneário de Bonito, destino turístico a 297 km de Campo Grande. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito)

Operadores do turismo de Mato Grosso do Sul destacam a recuperação do setor após a baixa com a pandemia de coronavírus e a retomada do crescimento.

“Sempre fazemos pesquisas e temos observado bastante movimento. Só em abril deste ano a rede hoteleira teve 57% de taxa média de ocupação. Em 2019, esse índice foi de 46%”, afirmou a coordenadora do OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito), Janaína Mainchein, em entrevista ao site de notícias do governo.

Números catalogados pelo Observatório do Turismo, administrado pela Fundtur (Fundação de Turismo do Estado), revelam que a taxa média de ocupação dos hotéis e pousadas de Aquidauana, Bonito, Corumbá, Miranda, Ponta Porã e Rio Verde de Mato Grosso ficou em 81% na Páscoa e em 60% no Tiradentes, ambos feriados de abril.

Os melhores índices foram registrados em Bonito, com 95% de ocupação de leitos na Páscoa e 87% na folga de Tiradentes. Na sequência, vieram Corumbá (área urbana), com 90% e 65%; Ponta Porã, com 81% e 61%; e Aquidauana, Corumbá e Miranda (pousadas pantaneiras), com 74% e 72%.

“Já voltou à normalidade. A pescaria está normal. Os barcos-hotéis estão saindo e atraindo bastante gente. E os bolivianos estão vindo bastante, principalmente nos finais de semana”, contou o presidente da Acert (Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo), Luiz Martins.

Nos siga no Google Notícias