A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/05/2010 10:49

Dia das Mães enche lojas e anima comerciantes do Centro

Redação

A semana que antecede o Dia das Mães, a segunda melhor data para o comércio, é sempre muito movimentada, mas na véspera, as lojas ficam ainda mais cheias.

Segundo o vendedor de uma loja de eletroeletrônicos, Natalicio Alves de Oliveira, 42 anos, "o brasileiro deixa, como sempre, tudo para a última hora. O problema é que, às vezes, porque as mercadorias já estão no fim acabam pagando mais caro e perdendo as promoções".

Para Eliane Ojeda Keri, 24 anos, gerente de uma loja de bolsas, artigos para viagem e carteiras, o movimento está muito melhor que no ano passado. Ela conta que há cinco anos trabalha na loja e "este é um dos melhores".

Para o setor de vestuário a situação não é diferente. "O dia das mães é como se fosse o segundo natal", afirma Ronaldo Seles, 21 anos, vendedor de loja de roupas.

Muita gente aproveita a época para comprar o que está precisando, já que "há mais ofertas, e por isso compensa esperar chegar próximo a data", conta a dona de casa Nair Lucio Souza, 57 anos.

Comprar o que está precisando é o mesmo motivo que levou Raíssa Mayara Souza, 11 anos, a procurar ou uma camisola ou uma carteira de presente para sua mãe. Ela diz que busca algo com bom preço e que além de ser útil para a mãe e "seja de seu gosto".

Para quem também ainda não comprou o presente da mãe, o Pátio Central Shopping, que fica no Centro, com acessos pelas ruas Cândido Marian, Dom Aquino e 14 de Julho, vai funcionar normalmente neste domingo, das 9h às 18h.

Pesquisa - O PROCON/MS divulgou ontem o resultado da pesquisa feita na última terça e quarta-feira em salões de beleza e floriculturas de Campo Grande.

Mães que desejam alisar o cabelo podem encontrar variações de preço entre 45 e 1.000 reais nos salões da capital. Segundo pesquisa realizada pelo PROCON/MS na semana do dias das mães, essa variação representa um índice de 2.122%.

Foram pesquisados nove estabelecimentos de beleza, onde os preços de escova progressiva, por exemplo, pode variar de R$ 80 a R$ 200 e um corte feminino de R$ 15 a R$ 60,50, e depois do alisamento capilar a maior diferença está nos preços da escova térmica que apresentam variação de 1.122%

Nas floriculturas as maiores diferenças estão nos preços das orquídeas que vão de R$ 40 a R$ 135 reais e nas flores do campo que apresentam índice de 160% de variação.

A pesquisa completa pode ser conferida no site do órgão: http://www.procon.ms.gov.br/

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions