A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/08/2010 09:41

Dia dos Pais: consumidor aproveita preço e se presenteia

Redação

Os motivos que levaram os consumidores às compras neste sábado, véspera do Dia dos Pais, são diferentes. Alguns foram para comprar o presente ao homenageado, mas muitos aproveitaram as promoções para se presentear. O movimento era tranquilo no início da manhã, com o passar das horas o fluxo foi aumentando, com pevisão de movimento intenso durante a tarde.

Os comerciantes convergem em um ponto: as vendas aumentaram. Denis Carlos, funcionário da loja O Boticário, de perfumes, estima aumento de 30% a 50% em relação aos dias normais e diz que as vendas já desde estão aceleradas desde o início da semana. "Começou bem. Desde segunda o movimento está bom", diz, avaliando que pela movimentação do início do dia neste sábado as vendas também devem ser boas.

"As pessoas já vêm com intuito de comprar o presente para o pai e algumas já levam para elas. As consultoras são treinadas para isso", diz Denis.

Na loja de calçados Passarela, o gerente Gilberto Januário, disse que começou a sentir ontem o aumento e acredita que hoje espera movimento 30% superior ao de um dia normal e que as vendas cresçam 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

O gerente conta que muitas pessoas estão pesquisando e que para fisgar o cliente é preciso ser competitivo com preço. "Produtos com preços mais acessíveis e de qualidade", resume. Ele diz que as sandálias masculinas e chinelos de couro estão no topo da preferência do consumidor.

José Mendes França conta que saiu de casa programado para comprar um sapato para ele, mas aproveitou para comprar o presente para o pai. "Os preços estão bons", justificou. O entregador Robson Aparecido Borges, de 28 anos, também saiu com intenção de comprar um chinelo para ele mesmo. Pai de três filhos ele diz que não tem uma preferência de presente: "Não importa. O que vale é a intenção".

Em uma revendedora de celular, localizada na rua Dom Aquino, a gerente conta que "o mês começou ruim" e que as pessoas deixaram para comprar na última hora, mas ainda assim espera aumento de vendas. "Mas acho que hoje, mais para o período da tarde, deve aumentar. Véspera é cheia o direito", afirma.

A gerente diz que muitos clientes aproveitam as promoções para comprar aparelhos para eles próprios. "A gente vê que é para presente quando pedem para embrulhar". Segundo vendedores a maioria dos aparelhos comprados é para presentear.

A empresária Maria de Lourdes tem dois filhos, de 8 e 6 anos, e estava comprando o presente para as crianças presentearem o pai. Segundo ela, são as crianças que determinaram o presente, há mais de uma semana. "A escolha é deles e eles optaram pelo celular", diz.

A empresária aproveitou a promoção e comprou outros dois celulares. "Por falta de tempo vim na véspera", diz. Maria de Lourdes optou por ir mais cedo ao centro e evitar o tumulto. "Depois das 10 horas eu deduzi que o movimento seria maior", conta.

A aposentada Eloíza Passos optou por comprar roupa de presente para o marido, que estava junto para escolher a peça. "O pai está aqui e ele também está sabendo que vai ganhar o presente.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions